Quadro da Monalisa é atacado no Louvre

Visitante que vandalizou obra estava em cadeira de rodas e usava peruca como disfarce
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Pixabay
Foto: Reprodução/Pixabay

A obra de arte La Gioconda (mundialmente conhecida como a Monalisa) foi atacada neste domingo, 29, por uma pessoa que visitava o museu do Louvre, em Paris.

O visitante atirou o que parecia ser uma torta no quadro. Ele usava uma cadeira de rodas e estava disfarçado com uma peruca, de acordo com informações do jornal El País.

Na sequência, os seguranças expulsaram a pessoa do museu e funcionários iniciaram a limpeza da sala. Visitantes publicaram fotos do ocorrido nas redes sociais.

-Publicidade-

Felizmente, a pintura não sofreu danos. Além de ser protegida por uma caixa de acrílico, os visitantes são mantidos a cerca de 4,5 metros da obra de 76 centímetros, pintada pelo artista italiano Leonardo da Vinci.

Não se sabe a identidade nem a motivação do ataque.

Outros ataques

Não é a primeira vez que a Monalisa sofre atos de vandalismo. Em 2009, uma turista atirou uma xícara em direção ao quadro, e chegou a danificar o vidro que a protege.

Em 1974, enquanto era exposta no Museu Nacional de Tóquio, uma mulher tentou jogar spray vermelho na obra, sem sucesso. Já em 1956, foram dois ataques: um com ácido, que danificou uma das partes inferiores do quadro e um com uma pedra, que causou um pequeno dano.

Ex-diretor do Louvre é preso

O ex-diretor do Museu do Louvre Jean-Luc Martinez é investigado pelo envolvimento em um esquema de tráfico de antiguidades do Egito e chegou a ser preso nesta semana.

O que motivou a prisão dos especialistas em arte foi uma estela egípcia de 3300 anos, que teria sido roubada e atualmente está em exposição no Louvre Abu Dhabi, sede do museu parisiense nos Emirados Árabes.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.