Talibã confirma proibição de aulas mistas

'São muçulmanos e vão aceitar isso', disse o ministro do Ensino Superior no país
-Publicidade-
Abdul Baqi Haqqani é ministro do Ensino Superior do governo Talibã
Abdul Baqi Haqqani é ministro do Ensino Superior do governo Talibã | Foto: Reprodução/Twitter

No domingo 12, o Talibã confirmou que as mulheres poderão continuar a estudar em universidades no Afeganistão em salas separadas dos homens.

Leia também: “Cabul recebe 1º voo comercial depois da chegada do Talibã ao poder”

“Isso não representa nenhum problema para nós”, disse o ministro do Ensino Superior do país, Abdul Baqui Haqqani, em coletiva de imprensa. “São muçulmanos e vão aceitar isso. Decidimos separar [homens e mulheres] porque as classes mistas são contrárias aos princípios do Islã e às nossas tradições.”

-Publicidade-

A declaração de Haqqani confirma a medida que já havia sido anunciada no fim de agosto.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro