Bolsonaro dá posse a novo diretor-geral de Itaipu

No total, a empresa está investindo R$ 2,6 bilhões em obras estruturantes na região
-Publicidade-
Diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, almirante Anatalício Risden Junior | Foto: Isac Nóbrega/PR
Diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, almirante Anatalício Risden Junior | Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou nesta terça-feira, 22, da cerimônia de posse do novo diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, almirante Anatalício Risden Junior.

Ele era diretor-financeiro-executivo da usina hidrelétrica e substituiu o general João Francisco Ferreira, que pediu exoneração do cargo.

-Publicidade-

Também participaram da cerimônia de posse, realizada no Palácio do Itamaraty, os ministros das Relações Exteriores, Carlos França, e o de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

No discurso, Bolsonaro destacou o protagonismo da Itaipu Binacional em garantir a segurança energética do país, além de representar um símbolo para a integração do Brasil com o Paraguai e ser um motor no desenvolvimento regional.

O presidente destacou obras como a construção da Ponte da Integração Brasil–Paraguai e a ampliação da pista do Aeroporto Iternacional de Foz do Iguaçu, entre outras.

No total, Itaipu está investindo R$ 2,6 bilhões em obras estruturantes, ações que fortalecem a integração regional, a segurança energética e o desenvolvimento da região da usina, do Paraguai e do Brasil.

De acordo o almirante Risden, Itaipu continuará seguindo as diretrizes do governo federal, promovendo a valorização do capital humano, mantendo a gestão racional do bem público com a política de austeridade, além de respeitar as relações entre Brasil e Paraguai.

“O diálogo e a boa convivência, que nortearam a construção dessa grandiosa usina e a tornaram exemplo para o mundo em diversos setores, vão continuar sendo os princípios basilares da minha gestão”, afirmou.

Para o chanceler Carlos França, Itaipu representa um dos capítulos mais bem-sucedidos da diplomacia brasileira, ao transformar um impasse fronteiriço num marco para a integração e o desenvolvimento de Brasil e Paraguai.

Destacou também a importância da usina para a soberania e a segurança energética dos dois países e os investimentos na área do meio ambiente, hoje exemplo para o mundo. “Itaipu nasceu com o DNA do desenvolvimento sustentável”, disse.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.