Bolsonaro exonera secretário Fabio Wajngarten

Presidente nomeou um militar para ocupar a Secom
-Publicidade-
Wajngarten deve ir para outro posto no governo
Wajngarten deve ir para outro posto no governo | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Fabio Wajngarten não é mais o secretário especial de Comunicação Social do governo (Secom). Ventila-se a hipótese de desentendimentos com o ministro das Comunicações, Fábio Faria. O empresário foi exonerado na madrugada desta quinta-feira, 11, pelo presidente Jair Bolsonaro. Para substitui-lo, o chefe do Executivo nomeou o almirante Flávio Augusto Viana Rocha, que chefiava a Secretaria de Assuntos Estratégicos. A medida consta no Diário Oficial da União.

Histórico

-Publicidade-

Depois de ter trabalhado no gabinete do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Wajngarten assumiu a chefia da Secom em abril de 2019. Empresário do setor de pesquisa de mídia, ele é aliado de primeira hora do presidente e o apoiou na campanha eleitoral de 2018. Entre outros feitos, o executivo auxiliou o Palácio do Planalto a se aproximar da comunidade judaica e blindou o Executivo de ataques da grande mídia. Com a mudança, Wajngarten deve ir para outro posto no governo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Nesse momento de extrema anarquia provocar pelos rábulas do STF é necessário gente da caserna!! É mais confiável; afinal vivemos numa guerra de informações.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.