Comissão especial deve votar hoje a PEC do voto ‘impresso’

Ministros do Supremo Tribunal Federal costuraram um acordo para barrar a medida no parlamento
-Publicidade-
Comissão que analisa o voto auditável na Câmara dos Deputados
Comissão que analisa o voto auditável na Câmara dos Deputados | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do voto auditável deve ser votada nesta quinta-feira, 8. Conforme noticiou a Revista Oeste, o presidente da comissão especial que analisa a medida, Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), vê dificuldades na admissibilidade do texto. Isso porque ministros do Supremo Tribunal Federal costuraram um acordo com lideranças partidários, com a finalidade de barrar a PEC no parlamento.

Devido à essa união, os caciques das legendas trocaram no colegiado congressistas favoráveis ao dispositivo. O governo articula-se de modo a reverter a desvantagem. Em linhas gerais, o voto auditável prevê a instalação de uma impressora nas urnas eletrônicas. Dessa forma, os equipamentos vão emitir um comprovante do voto do eleitor, para se ter certeza do escolhido. O documento cai numa urna lacrada, para futura auditoria.

Leia também: “O que você precisa saber sobre o voto impresso”, reportagem publicada na Edição 54 da Revista Oeste

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Pra quem tá pedindo pros eleitores votarem melhor nos próximos congressistas, quero fazer duas observações:
    1) Dos 513 Dep. Federais, apenas 30-40 foram eleitos com os próprios votos, os outros quase 480 o foram com coligações e quociente eleitoral;
    2) Sobre os senadores, temos sempre que escolher entre o Demônio e o Satanás.
    Como vamos mudar alguma coisa com voto? Me poupem.

  2. os supremosDemonios do Brasil que se auto intitulou conhecedor dos conhecedores da: Física; Química; Infectologista; Cardiologista; Pediatria; Antropologia; Ciências Politicas etc… os 11 que mandam no Brasil…e, que se mete em todos os poderes….Eles mesmos os Mentecaptos aloprados….Não deixaram essa PEC ser aprovada, INFELIZMENTE. infelizmentes hoje quem manda na nossa Nação são os supremosSatã…o promotor do CAOS no Brasil….eles que deveriam entender e aplicar a constituição, neste caso eles usam a lei de acordo com seu ego….basta ver quantos Ladrões e Traficantes eles soltaram…essa P…….a é Brasil. aqui não tem mais jeito…

  3. Simplesmente absurda, ilegal e imoral essa iniciativa tomada por indivíduos cuja OBRIGAÇÃO CONSTITUCIONAL é de julgar questões, e NÃO fazer lobbies em favor disso ou daquilo.

    Isso já seria justificativa cabal na ativação do artigo 142 pelo PBR, para que as FAs desinfetassem o pequeno stf desses integrantes venais.

  4. Cúmulo do absurdo: ministros do stf, em verdade advogados partidários travestidos de ministros, atuando como garoto propaganda com dinheiro do contribuinte contra o contribuinte.

  5. A BASE DO GOVERNO TEM QUE EXPOR OS NOMES DOS DEPUTADOS QUE ESTÃO CONTRA E TODOS QUE FORAM TROCADOS PELOS PARTIDOS.
    Essa pressão tem que vir do POVO. Divulguem os números dos gabinetes dos traíras, e-mail e perfis. Sem mobilização popular fica difícil. HASHTAGS NÃO RESOLVEM!

  6. Ministros de uma Corte Constitucional, cuja ÚNICA prerrogativa é julgar baseado na Constituição, costurando acordos POLÍTICOS para atender seus próprios interesses escusos e nefastos.
    Somente no Brasil um absurdo draconiano e ilegítimo como estes é visto com normalidade, e ainda há quem afirme que vivemos numa democracia republicana….infelizmente, estamos longe disso.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.