‘Contra o racismo’, instituto tenta barrar o Prêmio Monteiro Lobato

Entidade argumentou no Supremo Tribunal Federal que a gratificação afronta os direitos humanos
-Publicidade-
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Instituto de Advocacia Racial e Ambiental (IARA) pediu ao Supremo Tribunal Federal uma liminar para pôr fim à criação do Prêmio Monteiro Lobato de Literatura para a Infância e a Juventude, informou neste domingo, 27, o jornal O Globo. A medida já foi aprovado pelo Congresso Nacional. O IARA menciona “eventuais controvérsias envolvendo as obras do autor por apresentarem elementos racistas” e a “possibilidade de questionamento acerca da incitação da discriminação racial entre as crianças”.

No processo, os autores sustentam que a criação do troféu é uma “afronta aos princípios da Prevalência dos Direitos Humanos e do Repúdio ao Racismo, além da garantia da dignidade da pessoa humana, da ausência de preconceitos e da não discriminação”. Aprovado no Senado em abril, a gratificação tem a finalidade de prestigiar, a cada dois anos, autores e ilustradores de livros infantis e juvenis que contribuam de modo a engrandecer o patrimônio literário da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

Leia também: “Fanáticos antirracismo enxergam preconceito em rosto ruborizado”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

17 comentários

  1. No livro “Reinações de Narizinho”, de Monteiro Lobato, havia o Burro Falante, também chamado de Conselheiro. Pelo visto, estes senhores obscurantistas preferem o burro que afirmava ao tigre que a cor da grama era azul, embora este assegurasse que era verde. É isso que dá discutir com burro.

  2. E (O)GANIZAÇÃO DOS (A)MIGOS DOS (B)ANDIDOS PARTICIPA DE UM PRÊMIO EM HOMENAGEM À UM JORNALISTA PEÇONHENTO QUE APOIAVA DITADURAS COMUNISTAS, TERRORISTAS, GUERILHEIROS E TUDO O QUE O DIABO GOSTA.

    E O TAL ZUMBI DOS PALMARES ERA OUTRO CRIMINOSO QUE DEVERIA SER ESQUECIDO POR NEGROS DE BOM CARÁTER.

  3. Em vez de querer censurar um dos nossos maiores literatos, por que esse lixo não investe os seus recursos na produção e promoção de autores negros?

  4. Essa prestigiosa entidade não se manifestou sobre os negros angolanos que surraram brutalmente e expulsaram negros brasileiros de Angola. Também não querem revisar a história dos faraós negros que escravizavam negros do norte ao sul da África. E não quer brindar a maravilhosa diversidade cultura e étnica do Brasil que é uma soma do índio + branco + negro.

  5. Não se pode esperar nada de diferente dos limitados, complexados e revoltados que, além de tudo, foram doutrinados pelos ideais de Gramsci e Paulo Freire nos cursos de Direito.
    Não é à toa que a Justiça brasileira é um poço sem fim!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site