CPI do MEC desidrata com recuo de mais um senador

Styvenson Valentim se somou a Oriovisto Guimarães
-Publicidade-
O senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) ao propor que o Senado discuta abertamente o modelo de candidatura avulsa, para que os cidadãos possam entrar na vida pública sem a necessidade de pertencer a um partido político - 12/12/2019 | Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
O senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) ao propor que o Senado discuta abertamente o modelo de candidatura avulsa, para que os cidadãos possam entrar na vida pública sem a necessidade de pertencer a um partido político - 12/12/2019 | Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) retirou sua assinatura para a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito do Ministério da Educação (CPI do MEC) neste sábado, 9. A informação foi divulgada pela CNN Brasil.

Valentim disse não querer que a CPI se torne um “palanque eleitoral”. Mais cedo, o senador Oriovisto Guimarães dera a mesma justificativa ao desistir de apoiar a CPI do MEC, embora acredite que a pasta tenha de ser investigada.

“Todas as denúncias de crimes devem ser investigadas e os criminosos punidos”, defendeu Valentim, em entrevista à emissora. Dessa forma, sem o apoio de mais um parlamentar, o pedido para abrir a CPI fica com apenas 25 assinaturas. Portanto, perde o necessário para dar seguimento ao processo.

-Publicidade-

Caso as 27 assinaturas sejam reavidas, o documento liderado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) vai ao plenário para a leitura do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), a quem cabe decidir se abre a CPI.

Senadora faz denúncia sobre assinaturas para a CPI do MEC

Na quinta-feira 7, a senadora Rose de Freitas (MDB-ES) disse que um requerimento, enviado em nome dela com o apoio à CPI do MEC, é uma “fraude”. A parlamentar garante que não autorizou o uso de sua assinatura.

Leia também: “‘A esquerda sempre foi adepta do regime ditatorial’”, entrevista com o antropólogo Antonio Risério publicada na Edição 106 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

21 comentários Ver comentários

  1. Uma desesperada tentativa de abertura de CPI por um verme que justamente comanda a campanha para presidência do .maior adversário do governo? Só no Brasil mesmo, ele tinha que ser, no mínimo, suspeito e barrado de participar, claro, se a tal porcaria fosse aberta, né 🤨

  2. Mau-caratismo explica uma CPI às vésperas da eleição, articulada pelo coordenador da campanha lulista. ISTO, POR SI SÓ, deslegitima a CPI pela sua parcialidade e desonestidade.
    Os senadores que assinaram essa canalhice, assinaram tbm seus óbitos políticos. Bando de patifes eleitoreiros.

  3. O bom senso e o ano eleitoral fazem maravilhas kkkk a verdade prevalece, o povo está de olho e cobramos os parlamentares, afinal, nós que pagamos os seus salários!

  4. Que tristeza! O Congresso também não nos dá segurança nenhuma. Eles não sabem o que fazer a não ser mostrar avidez pela reeleição.

  5. MAIS UM COM DESCULPAS ESFARRAPADAS. TRATA-SE DE HOMENS MADUROS, INTELIGENTES E COM EXPERIÊNCIA POLÍTICA! ACASO NÃO PERCEBERAM ANTES
    QUE SE TRATA DA IMPLANTAÇÃO DE MAIS UM PALANQUE ELEITORAL, A FIM DE DAR
    VISIBILIDADE PARA MEDÍOCRES?

  6. Penso que o melhor seria esse inútil Senado Federal fazer uma CPI do RANDOLFE para investigar o que esse pernambucano eleito senador pelo Amapá fez de útil ou produção legislativa para o estado cuja capital Macapá é a pior entre 100 cidades brasileiras em SANEAMENTO BÁSICO.
    Pois é, esse estridente parlamentar votou contra o MARCO LEGAL DO SANEAMENTO BÁSICO, a MP871 de combate às fraudes da previdência, as reformas trabalhista e previdenciária e outras medidas econômicas.
    Produz mais como despachante do STF que senador da República.

  7. Esse senador é meio esquisito. As vezes parece fora de órbita. Parece que é do bem, mas as vezes flerta com o representante do ódio, senador Randolfe Rodrigues, vulgo Gazela. Todos sabemos qud tem que investigar o MEC sim, mas assinar uma CPI do Randolfe?

    1. Roberto, também acho que deve investigar tudo inclusive as falcatruas no FIES, no tempo da Dima.
      Uma CPI como a da Covid que não chegou a lugar nenhum, pois investigou os agentes errados, é só para dar palanque político para este senadorzinho, fazer jus ao seu cargo dentro da equipe de campanha do Lula.

  8. Me mostrem uma ÚNICA coisa que esse Senadorzinho fez de ÚTIL para o País! Só uma! E sobre essa assinatura da Senadora di Espírito Santo vai dar em alguma coisa?
    Penso que ele será igualzinho ao César Maia e o Rodrigo Pacheco juntamente com o Lira( kkk) nas próximas eleições!
    Ficar no esquecimento.

  9. Oriovisto e Stevenson assinaram e retiraram. Safadeza, já não viram que a outra CPI foi um teatro. Esses 2 são vigaristas, que desculpa esfarrapada para retirar
    Kkkkk 2 idiotas que escorregada na própria casca de banana

  10. #ForaPachequinho
    #Fora$altitanteRelinchador
    Aquilo é relincho.
    Aí XANDÃO vai prender o rei dos fakes (relinchador saltitante) assinatura fake

  11. E outro, repetindo o mesmo discurso do primeiro, preocupado com o “palanque eleitoral”. Qual o que? Palanque coisa nenhuma, eles não querem, na verdade é aparecer na foto junto com “o saltitante” que foi desmascarado atuando como falsificador de assinaturas, um criminoso vil que, o Ministério Público e a Polícia Federal se ainda tiverem um mínimo de vergonha na cara, deverão enquadrar esse sujeitinho da forma que ele merece. Aquela risadinha descontrolada, acompanhada ou compartilhada por aquele monte de merda do PacheCuzão, revelada nada mais, nada menos extremo nervosismo por ter sido apanhado com a mão na cumbuca, com a boca na botija, com as calças na mão, etc… Aquele verme safado. Então, quem que ainda tem um mínimo de bom senso, quer ter a companhia de um canalha desses?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.