-Publicidade-

Defesa de Daniel Silveira repudia prisão domiciliar e vai recorrer

Deputado ficou preso por 27 dias, por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes  
Deputado Daniel Silveira
Deputado Daniel Silveira | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandar o deputado Daniel Silveira para prisão domiciliar, a defesa do parlamentar informou neste domingo, 14, que vai recorrer da decisão. Eles querem a soltura do cliente.

Silveira ficou preso por 27 dias, depois que divulgou um vídeo com ataques a ministros do Supremo. A decisão de Moraes foi confirmada pelos plenários do Supremo e da Câmara dos Deputados.

Leia mais: “Se Moro for declarado parcial, Lava Jato pode virar Mãos Limpas, diz Fachin”

Em nota, o advogado Jean Cleber Garcia disse que a manutenção da prisão, agora na modalidade domiciliar, é um “constrangimento ilegal” e garantiu que vai recorrer ao plenário do STF.

Pela decisão, o deputado terá que usar tornozeleira eletrônica e poderá voltar a exercer o mandato, mas de forma remota. Moraes determinou ainda que Silveira não poderá receber visitas nem conceder entrevistas sem prévia autorização judicial.

Em fevereiro, a Procuradoria Geral da República apresentou denúncia contra o deputado alegando que ele incitou a animosidade entre o Supremo e as Forças Armadas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Algum movimento deve estar ocorrendo nos bastidores. Durante a semana o excelentíssimo se recusou a conceder a prisão domiciliar e agora correu para liberar no domingo.
    Será que o “intocável” foi tocado?
    Sentiu um bafo quente na nuca? Individual ou institucional?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.