MDB-AL pede que TSE suspenda convenção de Simone Tebet

Nas últimas semanas, o partido vivencia uma disputa interna para decidir quem vai ser o candidato apoiado pela sigla
-Publicidade-
Senadora Simone Tebet | Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Senadora Simone Tebet | Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O MDB-AL acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta segunda-feira, 25, para solicitar a suspensão da convenção que irá oficializar a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS), candidata à Presidência da República. O evento on-line está marcado para quarta-feira 27. Hugo Wanderley Caju, representante estadual do partido, é o autor da ação. O TSE ainda não se manifestou sobre o pedido.

De acordo com Hugo, a plataforma escolhida para a convenção “não é capaz de garantir o sigilo do voto” dos integrantes da sigla. No texto, ele afirma que o voto secreto é garantido pelo estatuto do partido, e o sistema escolhido “não é capaz de assegurar esse nível primordial de segurança e de sigilo das informações”. Ele também pede que a convocação do evento seja anulada.

“O problema não é o modo pelo qual a convenção será realizada, presencial ou virtualmente, mas, a tecnologia oferecida aos filiados com direito a voto”, afirmou.

-Publicidade-

O MDB-AL é presidido pelo senador por Renan Calheiros, aliado do ex-presidente Lula (PT). Calheiros vem defendendo o apoio do partido à candidatura de Lula à Presidência da República. Outros presidentes do MBD nas regiões Nordeste e Norte também são próximos do petista.

No documento, o representante do MDB também pede a convocação das eleições partidárias em modalidade que garanta o sigilo das votações; e que caso a convenção não seja suspensa antes da realização, que sejam anuladas as decisões tomadas.

Indecisão

Nas últimas semanas, o MDB vivencia uma disputa interna para decidir quem vai ser o candidato à Presidência da República apoiado pelo partido. Em 18 de junho, lideranças de 11 Estados se reuniram em São Paulo, declarando apoio a Lula.

No dia seguinte, o MDB divulgou uma carta assinada por líderes de 19 Estados apoiando a pré-candidatura de Simone à Presidência da República. O PSDB e o Cidadania também estão unidos para oficializar Simone como candidata.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Um país com inúmeras facções criminosas na política, que dão prá fazer muitas sopas de letrinhas.
    Mas é claro que não usam os pratos com alimento prá matar a fome e necessidades mínimas dos cidadãos.
    No caso do MDB é ainda pior. Dentro da mesma facção operam diversas facções, e só de imaginar que pode ser verdade esta desavença entre o bandido Cslheiros, coronel das alagoas, e a amazona Tablet, insensível a mulheres de respeito como a doutora Nizia Yamaguchi, gente da melhor espécie, dá prá ficarmos aliviados, certos, de que à partir de 2.023 as casas legislativas serão ainda mais saneadas pelo povo.

  2. Essa Simone Tablet vai acabar caindo nos braços do Ciro Gomes e se aconchegando para ser sua vice de chapa. Esperem e verão isso acontecer em breve. O Ciro disse recentemente que gostaria de ter uma mulher como companheira de chapa, então está aí a oportunidade, juntando a fome com a vontade de comer (no bom sentido, que fique bem claro).

    1. Ele mesmo disse no passado que mulher para ele é só para ser companheira de cama, algo assim, por isso a observação acima, apenas para esclarecimento.

  3. O natal vai ser verde amarelo esse ano de novo, e essa situação vai perdurar por no mínimo mais quatro anos.

    Eu já aceitei a verdade, e sugiro que o MDB faça o mesmo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.