Equipes de Doria e Virgílio informam que não há plano B se aplicativo não funcionar

Apenas 8% dos cadastrados no app conseguiram votar
-Publicidade-
O ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio (esq) se reúne com o governador de São Paulo, João Doria (centro), para dar as diretrizes sobre as prévias do PSDB | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
O ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio (esq) se reúne com o governador de São Paulo, João Doria (centro), para dar as diretrizes sobre as prévias do PSDB | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O PSDB não tem plano B, caso o aplicativo das prévias não funcione. Essa é a análise feita por assessores do governador de São Paulo, João Doria, e do ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio, neste domingo, 21. Ambos disputam uma vaga para concorrer à Presidência pela sigla.

Conforme noticiou Oeste, o partido interrompeu as prévias devido à instabilidades no app usado para que filiados sem mandato e vereadores votassem. Doria e Virgílio defenderam que a disputa seja retomada no próximo domingo, 28 de novembro, por 12 horas — das 6h às 18h.

“Não há um plano B por causa do partido”, disse o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, responsável na campanha de Doria por acompanhar a segurança do aplicativo. “Todas as consultorias pediram um plano B”, acrescentou o chefe do Executivo municipal.

-Publicidade-

“Tanto Doria quanto Arthur Virgílio defendem a data de 28 de novembro, próximo domingo, para que o processo de prévias se encerre de forma rápida, eficiente e justa“, informaram as campanhas dos dois, em uma nota conjunta.

Doria fez pronunciamento

“Não há outra alternativa. Essa não é uma questão política. É uma questão técnica”, disse Doria, à imprensa. Segundo ele, só 8% dos cadastrados no app conseguiram votar. Doria e Virgílio participaram nesta noite de uma nova reunião com a Executiva do partido, para reorganizar as prévias.

“É urgente e necessário que essa empresa que foi contratada pelo PSDB garanta que aqueles que acessarem o app possam ter seu voto”, ressaltou Doria. Ele e Virgílio propõem que os tucanos aptos a votar presencialmente em Brasília (aqueles que possuem mandato), e não votaram neste domingo, também possam votar no próximo.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. O Barroso pode dar um jeito. Numa decisão monocrática ele dirá que o sistema é 100% confiável e que 8% é suficiente para definir o resultado. Pronto! Resolvido!

  2. PelamordeDeus! Essa gente não consegue realizar as próprias prévias com menos de 45 mil eleitores… E sonham presidir um país com 147 milhões de eleitores (mais de 3.000 vezes). Na pior das hipóteses vai virar pesadelo. Imagine um problema ‘técnico’ assim!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.