-Publicidade-

Fachin devolveu direitos políticos a ‘um dos maiores bandidos’ do Brasil, diz Bolsonaro sobre Lula

Em conversa com simpatizantes, presidente criticou decisão de ministro do STF de anular condenações do petista
Jair Bolsonaro criticou decisão de Fachin sobre Lula
Jair Bolsonaro criticou decisão de Fachin sobre Lula | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), de anular as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, devolvendo os direitos políticos ao petista, também entrou na pauta da conversa de Jair Bolsonaro com apoiadores, nesta quinta-feira, 18, na porta do Palácio da Alvorada.

Leia mais: “‘Parece que só morre de covid’, diz Bolsonaro sobre ocupação de UTIs”

Sem citar o nome de Fachin, o presidente criticou a decisão do magistrado e classificou Lula como “um dos maiores bandidos” do país.

“Um ministro do Supremo deu elegibilidade para um dos maiores bandidos que passou pelo Brasil. Alguns falam: ‘ah, o Supremo aí’. Foi um ministro, mas falam no Supremo ‘absolvendo o Lula’. Pessoal, uma coisa apenas. Se os delatores entregaram mais de R$ 2 bilhões, é porque eles roubaram. Roubaram de quem? Não foi de uma empresa privada de ninguém, foi de uma empresa pública. Só isso aí é suficiente”, afirmou Bolsonaro.

A Procuradoria-Geral da República (PGR), como noticiamos, recorreu da decisão de Fachin. O assunto deve ser retomado pelo STF, desta vez no plenário da Corte, com a participação de todos os ministros.

Leia também: “A farsa do Estado de Direito”, artigo de J. R. Guzzo publicado na Edição 51 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. O pior é que o nosso ex idolo Moro, assim se manifestou a favor de Fachin: ” repudio ofensas e ataques pessoais ao ministro Edson Fachin, do STF, magistrado técnico e com atuação destacada na Lava Jato. Qualquer discordância quanto a decisão deve ser objeto de RECURSO não de PERSEGUIÇÃO”.
    Da para entender essa figura que admirávamos?

  2. E olha que um enganador desses ainda está na frente de Ciro Gomes no ranking eletrônico dos candidatos nesta semana.
    Mas também prá baixo só tem gente do nipe do Ciro, como o Hulk, o Dória, o Mandetta, o Boulos.
    PQP povo de São Paulo. Aprende a votar pôrra!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.