Juíza manda interromper tratamento de Eustáquio

Esposa do jornalista revelou o caso nas redes sociais. Segundo ela, o procedimento com ozônio vai ajudar o marido a se recuperar
-Publicidade-
Em tratamento no hospital, Eustáquio recebeu diagnóstico de paraplegia
Em tratamento no hospital, Eustáquio recebeu diagnóstico de paraplegia | Foto: Reprodução/Sandra Terena

A esposa de Oswaldo Eustáquio, Sandra Terena, revelou que a juíza do Distrito Federal Leila Cury mandou interromper um tratamento com ozônio ao qual o jornalista foi submetido. Segundo Terena, o procedimento realizado pelas médicas Nise Yamaguchi e Maria Emília Gadelha vai ajudá-lo a se recuperar. O profissional recebeu um diagnóstico de paraplegia depois de sofrer um acidente na cela onde cumpria pena, em Brasília. Ele estava detido a mando do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes. Eustáquio é investigado no inquérito que apura supostos atos antidemocráticos.

Leia também: “Para onde vai o Supremo”, artigo publicado na edição 31 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro