Lava Jato do Rio devolve R$ 86 milhões aos cofres públicos

Petrobras, Caixa Econômica Federal, União e RJ serão contemplados
-Publicidade-
O pagamento foi negociado no acordo de colaboração
O pagamento foi negociado no acordo de colaboração | Foto: José Cruz/Agência Brasil

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e responsável por processos da Lava Jato, autorizou a liberação de R$ 86 milhões. Os recursos foram pagos por delatores da operação. O dinheiro servirá para restituir os valores desviados dos cofres públicos em esquema de corrupção investigado pela força-tarefa no Estado.

O pagamento foi negociado no acordo de colaboração fechado pelos empresários Ricardo Pernambuco e Ricardo Pernambuco Júnior, da Carioca Engenharia, com o Ministério Público Federal. Pelo rateio, o governo do Rio ficará com R$ 41.710.376,01, a prefeitura com R$ 4.957.911,75, a União com R$ 5.519.347,75, a Petrobras com R$ 23.079.338,31 e a Caixa com R$ 11.107.795,31.

“Entendo ser razoável e justo que os valores recuperados (que supera cem milhões de reais) sejam destinados aos entes que foram lesados pelas condutas ilícitas praticadas”, argumentou Bretas, em decisão publicada na quarta-feira 8.

-Publicidade-

Leia também: “A operação que mostrou que todos são iguais perante a lei”, reportagem publicada na Edição 21 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro