Obra que vai interligar Roraima ao sistema elétrico nacional deve começar neste ano

Estado é o único ainda fora do Sistema Interligado Nacional e depende da obra para sair do isolamento energético
-Publicidade-
Diretor-geral da Aneel, André Pepitone | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Diretor-geral da Aneel, André Pepitone | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, informou nesta terça-feira, 13, que deverão ter início ainda neste ano as obras do Linhão de Tucuruí, que permitirão a Roraima receber energia do Sistema Interligado Nacional (SIN).

A obra foi contratada por meio de leilão em 2011, e a conclusão estava prevista para 2015, o que acabou não ocorrendo. O Estado, ainda o único fora do SIN, depende da obra para sair do isolamento energético.

Leia mais: “Lasier Martins quer mudar forma de indicação de ministros do STF”

-Publicidade-

O Linhão de Tucuruí depende da finalização de um protocolo de consulta que está sendo feito junto à comunidade indígena da reserva Waimiri-Atroari, uma vez que as linhas de transmissão passam por 122 quilômetros desse território.

“É um investimento sem igual, já que poderá ser amortizado em apenas um ano, se levarmos em consideração que o valor da obra é R$ 1,6 bilhão e o custo de óleo diesel para atender o Estado de Roraima em 2020 ficou em R$ 1,3 bilhão”, disse Pepitone.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Onde já se viu depender de índios para construir linhas de transmissão de energia elétrica que beneficiarão um estado da Federação. Só no Brasil mesmo.

    1. Absurdo – como se essas vastas reservas constituíssem países distintos – a obra é de interesse de um Estado inteiro, e não pode depender de meia dúzia de índios.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site