Pacheco afirma que discussão sobre impeachment de ministros do STF ‘não é algo recomendável’

Presidente do Senado também foi contra quem defende o impeachment do presidente Jair Bolsonaro
-Publicidade-
Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco | Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco | Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou nesta terça-feira, 17, que a abertura de processos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal “não é algo recomendável” neste momento.

No último fim de semana, o presidente Jair Bolsonaro disse nas redes sociais que vai levar a Pacheco um pedido de abertura de processo contra os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, que, segundo ele, “extrapolam com atos os limites constitucionais”.

Leia mais: “Cármen Lúcia afirma que ‘Forças Armadas não são um Poder’”

-Publicidade-

“Precipitarmos uma discussão de impeachment, seja do Supremo, seja do presidente da República, qualquer tipo de ruptura não é algo recomendável para um Brasil que espera uma retomada do crescimento, uma pacificação geral, uma pauta de desenvolvimento econômico, de combate à miséria e à pobreza, de combate ao desemprego”, disse na chegada ao Senado.

Girão cobra abertura de processo contra ministros do STF

Em pronunciamento, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) voltou a defender a abertura de processo de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal. Para ele, não é porque a polarização tomou conta da política que o Senado deve deixar de cumprir sua função constitucional de frear condutas incompatíveis com o cargo no Poder Judiciário.

“O Senado precisa agir, e eu sempre fui coerente com relação à necessidade de fazermos o nosso papel constitucional para o bem do Brasil”, afirmou o senador.

Girão disse ainda que o Judiciário tem sido o único Poder poupado de investigações e penalidades, apesar de interferir na atribuição de outros Poderes e de metade de seus 26 mil juízes receberem salários superiores ao teto do funcionalismo público, que é de aproximadamente R$ 39 mil.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

19 comentários

  1. Sua omissão vai custar caro ao país, senador. Será julgado pela história por faltar com o seu dever quando as ruas explodirem, e não demorará. A situação política e social está sufocante e perigosa, causada pelo desequilíbrio entre os poderes imposto pelo STF, e o senhor tem o DEVER de pautar o IMPEACHMENT DOS MINISTROS DO STF desejado pelo povo, e assim, reorganizar a desordem pública. O senhor será responsabilizado pela guerra que se avizinha, sr. Pacheco.

  2. O Sr vassalo e capacho da china, dia 07 sentirá o bafo quente do povo na sua nuca seu infeliz, vcs senadores que chancelaram estes corruptos que estão hj no supremo e fizeram isso estando vendido sob petrolao e mensalão, dêem um mínimo de dignidade ao resto de suas vidas, não sendo lembrados apenas por um Congresso covarde e ameaçado por estes urubus que somente destroem a pátria.

  3. O fala mansa pacheco acha que está tudo bem. Prisões de jornalistas e políticos é coisa normal quanto se trata do famigerado ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO. Sem prisões arbitrárias há EDD. Grande PacheCÃO.

  4. Inaceitável essa posição tranquila de Pacheco…aliás o que ele fez até agora de bom pro país ? Nada…aliás teve o apoio do Planalto para se eleger presidente do senado e na primeira oportunidade traiu o presidente ao aceitar esse absurdo de CPI circense da vergonha imposta pelo tribunal de inquisição STF.. até quando teremos que aturar esses usurpadores da democracia brasileira ? Será que um dia esse Sr fará algo de bom pro Brasil? Esperemos sentados…

  5. Esse vagabundo, COVARDE, ainda não percebeu que sua eleição foi um protesto do povo mineiro que não queria ver a Cadáver Insepulto de volta. Ele era a única alternativa.

  6. Eu como cidadão, vendo meu país numa ditadura do Judiciário, vendo presos políticos, a grande mídia informando só o quê lhes interessa deturpando os fatos, alguns políticos com saudades da corrupção, alguns ministros do STF não obedecendo a Constituição. Vou pedir socorro aos Militares sem duvida nenhuma.

  7. Concordo plenamente com Rodrigo Pacheco.
    A nossa bronca é com ele. Em quem votei e nos trai criminosamente.
    Qualquer eleito pelo povo, me parece, deve estar ali para representar-nos.
    Não prá corroborar pesquisas fo databolha!!
    Não prá incumbir desmandos à Constituição.
    Não prá defender os próprios interesses e de seus clientes.
    Não prá buscar cargos vitalícios num futuro breve, mesmo que pela pouca idade não entenda o risco que é o nao ordenamento dos processos.
    Ouça quem pelo menos o elegeu Rodrigo.
    A coisa ficou descarada, não suportamos mais ver o País achincalhado em plena epidemia.
    O staff governamental que elegemos – JUNTAMENTE COM VOCÊ – já provou que tem estratégia para o crescimento, para a segurança de nossas riquezas, da preservação dos nossos costumes e valores de família e trabalho!!!
    Onde estaríamos em plena pandemia com governos postes de um Zé Dirceu ou de Psol, PT, PSDB, MDB, todas essas organizações criminosas que assolaram nossa honra?
    Mão na consciência rapaz!!!

  8. Pacheco já mostrou o porque de ter sido eleito Presidente do Senado!
    Não é de se estranhar, num Senado cuja maioria é corrupta, não poderíamos esperar que o eleito seria alguém decidido a contribuir para tornar a coisa pública hígida!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro