Podemos abre processo para expulsar Mamãe Falei

Arthur do Val também enfrenta uma série de pedidos de cassação de seu mandato como deputado estadual de São Paulo
-Publicidade-
Deputado estadual Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei | Foto: Agência Alesp
Deputado estadual Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei | Foto: Agência Alesp

O Podemos informou ter aberto nesta segunda-feira, 7, um processo disciplinar interno para a expulsão do deputado estadual de São Paulo Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei.

O anúncio do partido é mais um desdobramento da divulgação de áudios em que, entre outras coisas, o parlamentar disse que mulheres ucranianas são “fáceis porque são pobres”.

-Publicidade-

Em nota, a legenda afirmou que o pedido de expulsão foi remetido ao diretório estadual de São Paulo, “Estado do novo filiado, que ingressou recentemente na legenda há pouco mais de 30 dias”.

“A realização do procedimento é necessária para qualquer tipo de punição, em respeito à ampla defesa e ao contraditório”, declarou o partido.

O pedido de expulsão foi feito pelas presidentes do Podemos Mulher Nacional e estadual de São Paulo, respectivamente, Márcia Pinheiro e Alessandra Algarin.

“Assim que tomou conhecimento do pedido, o presidente da Executiva Estadual Paulista, Thiago Milhim, acolheu e nomeou a Comissão de Ética e Disciplina. Ordenou ainda a citação do requerido para que apresente sua defesa em cinco dias.”

Mamãe Falei era pré-candidato ao governo de São Paulo pela sigla, mas, no sábado 5, já havia se retirado da disputa diante da pressão da opinião pública e do mundo político por causa dos áudios.

Cassação de mandato

Em nota divulgada hoje, Do Val afirma que lutará “até o fim contra essa injustiça”, em referência aos pedidos de cassação de seu mandato.

Conforme informou Oeste mais cedo, foram protocolados na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) dez representações contra ele. A maioria pede que o parlamentar seja cassado, em virtude de falas sobre mulheres ucranianas.

O deputado estadual deverá ser investigado pelo Conselho de Ética da Alesp por conta das declarações sexistas. Os pedidos devem tramitar no Conselho por até 30 dias.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Sairá aposentado, todas as verbas indenizatórias e vitalícias garantidas, mesmo falando asneiras , sai, se sair por cima da carne seca. Brasil é caso perdido para o povo comum lógico, para nós que somos meros trabalhadores.

  2. Agora que virou uma celebridade internacional será conhecido pela a alcunha de Arthur, Mom Said. Celebridade do mal, diga-se de passagem sobre esse vagabundo aí.

  3. ………..
    “Do Val afirma que lutará “até o fim contra esta injustiça”, em uma referência aos pedidos de cassação de seu mandato.”
    ………..
    O que é INJUSTIÇA para esse indivíduo? Pior, o que será, então, algo JUSTO para uma mente assim?

    A verdade é que todos critérios de justiça e injustiça, no Brasil de hoje, foram seriamente abalados por que deveria promover uma e eliminar a outra.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.