Queiroga demite superintendente do Ministério da Saúde no RJ

George Divério supostamente cometeu irregularidades em contratos sem dispensa de licitação
-Publicidade-
Ministro decidiu fazer exoneração após publicação de reportagem
Ministro decidiu fazer exoneração após publicação de reportagem | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, exonerou nesta quarta-feira, 26, o agora ex-superintendente da pasta no Rio de Janeiro coronel George Divério. A decisão de demitir o militar ocorreu depois de suspeitas de irregularidades em contratos no Estado fluminense. Reportagem do Jornal Nacional garante ter identificado que Divério cometeu fraudes em processos de dispensa de licitação para reformas de prédios e aluguel de galpões.

A Advocacia Geral da União (AGU), porém, não aprovou as benfeitorias e a tratativa de inquilinato. Portanto, as negociação acabaram sendo desfeitas. Segundo a AGU, na obra dos galpões, o Ministério da Saúde (MS) decidiu que não havia necessidade de apurar responsabilidades. A AGU, porém, salientou ser preciso verificar indícios de conluio entre servidores e a empresa contratada. O mesmo ocorreu com a sede do MS, no Rio.

-Publicidade-

Leia também: “CPI da Covid decide hoje se governadores serão convocados”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro