Revista Oeste - Eleições 2022

‘Se for culpado, vai pagar’, diz Bolsonaro, sobre prisão de Ribeiro

O presidente lembrou da demissão do ministro em março, quando surgiram as denúncias de irregularidades
-Publicidade-
Bolsonaro: "Lamento, mas se a PF prendeu, tem um motivo"
Bolsonaro: "Lamento, mas se a PF prendeu, tem um motivo" | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira, 22, que se o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso nesta manhã, tiver feito algo errado, ele vai responder. “Se tiver algo de errado, ele vai responder. Se for inocente, sem problemas. Se for culpado, vai pagar.”

Em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, Bolsonaro lembrou que afastou o ministro em março deste ano, “na hora que tinha que afastar, quando ‘pintaram’ as denúncias, até para ele poder ter mais liberdade para se defender”. “A imprensa vai dizer que ele está ligado a mim, mas paciência”, acrescentou.

Apesar de ressalvar que não sabe a profundidade das apurações da Polícia Federal, o presidente disse que “o governo colabora com a investigação” e que “a gente não compactua com nada disso”. “Agora não sei qual a profundidade dessa investigação. No meu entender, não é aquela orgânica, porque temos os [sistemas de] compliance nos ministérios e não é qualquer contrato, qualquer negócio [suspeito] que passa”.

-Publicidade-

Bolsonaro ponderou, porém, que, “se aconteceu alguma coisa, vão para cima”, e lamentou a situação: “Lamento, não gostaria que estivesse acontecendo nada disso. Mas se a PF prendeu, tem um motivo, e o ex-ministro vai se explicar”.

Ribeiro foi preso em Brasília. No mandado de prisão preventiva, constam os crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência. A decisão é assinada pelo juiz Renato Borelli, da 15ª Vara do Distrito Federal.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. Há duas semana atrás eram o jornalista inglês e o ex-funcionário (?) da FUNAI desaparecidos na Amazônia; agora é o ex-ministro Milton Ribeiro com acusações de corrupção. Embora haja a necessidade de investigações e apurações de eventuais desvios, a imprensa tradicional, e anti-Bolsonaro, mais uma vez vai negritar suas manchetes visando transferir para o presidente acusações de oorrupção, problemas esses – aí sim verdadeiros e gigantescos – que jogaram Lula numa prisão que nunca será esquecida pela imensa maioria do povo brasileiro. Até provas em contrário, sugerir corrupção envolvendo o presidente Bolsonaro é um ato de desonestidade e desamor com o Brasil. Bolsonaro é um exemplo mundial de liderança e séria conduta política e administrativa. E a esquerda brasileira sabe muito bem disso.

  2. Quando vejo várias pessoas que eram de confiança, traindo, fico com o pé atrás. Sempre vai ter alguém querendo holofotes e grana.

  3. Bingo, tinha que sair alguma coisa nessa semana depois de dois casos que colocou o cafajestes de nove dedos no noticiário: O contador ligado ao PCC com o mesmo endereço dos filhos do cafajeste, e o caso do sequestro do Abílio Diniz que vagabundo negociou a soltura dos sequestradores. Que fique claro se o ex-ministro tem culpa que se dane!!

  4. Então… o juiz do caso é o mesmo que quis obrigar o Bolsonaro a usar máscara na pandemia?? Arnaldo????
    Os “juízes” em Brasília são SUSPEITÍSSIMOS!! O STF é vizinho deles.

  5. Mas o problema, a pedra no sapato, não é o ex-ministro Milton Ribeiro… O problema é o tal pastor que, segundo o ex-ministro era indicado pelo Bolsonaro para atuar informalmente junto às prefeituras. O rolo todo é esse daí, essa conversa do ex-ministro sobre essa atribuição dada a esse pastor pelo presidente da república, é tão absurda que fica até difícil de acreditar que o Bolsonaro faria uma estupidez desta mas é exatamente isso que o ex-ministro disse em diversas ocasiões. Isso tem que ser esclarecido logo, urgente.

  6. O PRESIDENTE ESTÁ CORRETO, POIS CADA UM É RESPONSÁVEL POR SEUS ATOS. UM
    PRESIDENTE NÃO É BABÁ DE NINGUÉM, SEJAM SUSPEITOS POR PRÁTICA DE DELITOS, SEJAM AVENTUREIROS QUE SE METEM EM LOCAIS SABIDAMENTE PERIGOSOS, DOMINADOS POR TRAFICANTES.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.