Sem citar nomes, Gilmar afirma que ‘demonizou-se o poder para apoderar-se dele’

Fala do ministro ocorreu no momento em que Deltan Dallagnol deixou o MPF e Sergio Moro anunciou filiação ao Podemos
-Publicidade-
Juiz do STF é crítico da Lava Jato
Juiz do STF é crítico da Lava Jato | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes lembrou nesta sexta-feira, 5, que vem alertando sobre a “politização da persecução penal” — um procedimento de duas fases, a investigação criminal e o processo penal. O texto foi publicado um dia depois de o ex-coordenador da Lava Jato Deltan Dallagnol deixar o Ministério Público Federal.

“A seletividade, os métodos de investigações e vazamentos: tudo convergia para um propósito claro — e político, como hoje se revela. Demonizou-se o poder para apoderar-se dele”, afirmou o juiz do STF, em publicação no Twitter. “A receita estava pronta.” Outro símbolo da operação, o ex-juiz Sergio Moro vai se filiar ao Podemos na próxima quarta-feira.

gilmar
Foto: Reprodução/Twitter
-Publicidade-

Leia também: “O astro do faroeste à brasileira”, artigo de Augusto Nunes publicado na Edição 47 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

18 comentários Ver comentários

  1. Porquê não te calas , Gilmar !!
    Já que temos que conviver com vc no STF, já que a corja de covardes de rabo preso do senado , não tem coragem de tirar vc do Olimpo , pelo menos faça seu único papel, que é guardar a constituição e cale sua enorme bocarra , seu bosta !!!!

  2. Qq pessoa q Gilmar direcionar opinião a respeito, provocará na população pensante desejo de pensar o contrário.
    É tipo imprensa/aparelhamento X Bolsonaro.
    Então camaradas, muito cuidado!!! Já não se confia em mais ninguém, qdo se trata de PSDB!!! A antiga esquerda comunista de terno.

  3. Não, gilmar, foram forçados por suas maquiavelices não só para com eles quanto com o país. Eles podem, e devem fazer isso para poder lhe enfrentar sem medo de suas sandices. Quisera eu também poder!

  4. Gilmar Mendes o Sr. não tem a mínima condição de ser e continuar Juíz da Suprema Corte. O Sr. não passa de um desqualificado moral defensor de corruptos e bandidos do poder. O que o Sr. promoveu foi vingança contra Sergio Moro que ousou tentar investigá-lo com a ajuda da Receita Federal que encontrou inconsistências no seu IR, que poderia ser fruto de corrupção. Como juiz o Sr. não passa de um vagabundo.

  5. Esse vassalo, do LULA-MEGALADRÃO, disse que vem alertando sobre a “politização da persecução penal”, mas é exatamente isso que ele vem fazendo a muitos anos.

    1. Exatamente. Ele “et caterva” que estão provocando toda essa insegurança no país. Já, quanto ao comentário acima publicado, é uma indireta ao Sérgio Moro e ao Deltan Dallagnol, pode até ser, porém os dois estão colocando seus nomes ao escrutínio público, então é essa a grande diferença. Faça-nos um grande favor ministro Gilmar Mendes, largue a toga e faça o mesmo que eles, teste a sua popularidade, quem sabe seja eleito senador pelo estado do Mato Grosso?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.