STF retira sigilo das conversas entre Moro e Dallagnol

Medida tornou públicas as mensagens atribuídas aos dois juristas que foram trocadas por meio do Telegram
-Publicidade-
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fala à  imprensa
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fala à imprensa | O ex- ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro | Foto Marcello Casal Jr/Agência Brasil
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro | Foto Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Nesta segunda-feira, 1º, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, retirou o sigilo imposto aos diálogos atribuídos ao ex-ministro da Justiça Sergio Moro e ao procurador federal Deltan Dallagnol obtidos no âmbito da Operação Spoofing. As conversas são as mesmas que já estavam com o acesso liberado aos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A medida tornou públicas as mensagens trocadas entre os dois juristas por meio do aplicativo Telegram entre setembro de 2015 e agosto de 2018. Nesse período, Moro e Dallagon eram, respectivamente, juiz e procurador em diversos casos da Operação Lava Jato.

-Publicidade-

O conteúdo dos diálogos foi obtido de maneira ilegal. A Operação Spoofing apreendeu conteúdos roubados por um grupo de hackers que invadiu os smartphones de diversas autoridades brasileiras.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.