-Publicidade-

Trupe do Psol ironiza novo teste de Bolsonaro

Presidente da República segue com covid-19
O presidente Jair Bolsonaro | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL
O presidente Jair Bolsonaro | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL | bolsonaro - cloroquina - covid-19 - psol

Presidente da República segue com covid-19

bolsonaro - cloroquina - covid-19 - psol
O presidente Jair Bolsonaro | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL

Com Jair Bolsonaro ainda infectado pelo novo coronavírus, conforme mostra novo exame divulgado nesta manhã pelo Palácio do Planalto, integrantes do Psol aproveitam a situação para ironizar o estado de saúde do presidente da República. Ao menos três figuras da legenda de esquerda manifestaram-se nas redes sociais, sobretudo em relação ao uso da cloroquina como forma de combater a covid-19.

Leia mais: “A esquerda quer cancelar você”

Pré-candidato do Psol à prefeitura de São Paulo e presidenciável que teve menos de 1% dos votos válidos em 2018, Guilherme Boulos foi além de ironizar a cloroquina. Por meio de postagem no Twitter, ele aproveitou para pôr em xeque outro medicamento. “Terceiro positivo no Palácio da Alvorada. Parece que a cloroquina e o vermífugo não funcionam mesmo”, publicou o líder do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST).

Deputado federal pelo Rio de Janeiro, Marcelo Freixo preferiu cravar que a cloroquina não funciona em tratamentos contra a covid-19, apesar de médicos e pesquisadores receitarem seu uso. Nesse sentido, o parlamentar não embasou sua afirmação em nenhum dado científico. Além disso, o político socialista criticou o trabalho do chefe do Poder Executivo federal. “Cloroquina não funciona na pandemia e Bolsonaro não funciona na presidência. Dois fakes“, garantiu.

“Não é cura. Era para não agravar os casos”

Sâmia Bomfim, deputada federal pelo Psol de São Paulo, foi outra que aproveitou o diagnóstico de Bolsonaro para ironizar a situação. “Ué, mas não tomou cloroquina?”, questionou a congressista. No entanto, ela recebeu como resposta que o medicamento não tem o poder de curar ninguém, mas sim impedir o agravamento da doença. “Não é cura. Era para não agravar os casos”, informou Fagner Duarte.

Torcendo contra Bolsonaro

Projeto que se autodefine como jornalismo independente, a Mídia Ninja foi na onda da doença do presidente para pedir sua saída do poder. “E o ‘tiro’ sai pela culatra. O maior propagandista da cloroquina agora não consegue sustentar os próprios argumentos com mais um teste positivo para o coronavírus. #ForaBolsonaro”, afirmam os responsáveis pelo perfil da marca no Twitter.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

28 comentários

  1. Argumentar com esquerdista é como falar com jumento. É mesmo que atirar na lua… Quero ver se algum deles pegar o que vou tomar. Deve tomar chá de flor de toco.

  2. Boulos e Frexo são dois mau-caracteres e ignorantes como não poderiam ser diferentes que só são levados a sério no meio dos mais alienados da esquerda, os demais, maucaratistas, conhecem o quanto são inescrupulosos.
    Nada de novo no Reino da Dinamarca!

    1. Esses idiotas até hoje não entenderam que : infectado e uma coisa, morrer e outra. Se foi infectado e não morreu , que diferença faz? Essa história só vai acabar quando todo mundo for infectado. melhor parar os testes .Boulos e Freixo não passam de dois animais.Dois palhaços.

    2. Será? E o tanto de gente que sarou sem nem saber que tinha covid e sem tomar nada? E o tanto de gente que foi entubado e faleceu tomando cloroquina? Quem for assintomático com cloroquina continua assintomático, quem for ter uma gripezinha com cloroquina continua tendo gripezinha e quem for ser entubado com cloroquina continua indo pro tubo. Cloroquina não altera em nada, como um monte de pesquisa já mostrou. E, por isso, vários países, oficialmente, já não a usam para covid. Sou médico e sei do que estou falando.

      1. Mas que esses políticos da esquerda são mau caráter ninguém questiona; isso é fato!

      2. Você errou de revista, seu l,ugar é na Crusoé e Antagonista, conversa de esquerdista burro, desculpe a redundância.

      3. Prezado André, sua afirmação é tão esdruxula quanto querer vender vender lenha para fogueira de carvão já queimado.
        Não sei se é dificuldade de entender que os efeitos se dão em determinados condições ou se é má-fé mesmo.
        Me parece ser má-fé mesmo, visto que a dinâmica do vírus e os possíveis tratamentos, em cada fase, já estão mais do que conhecidos e debatidos.
        Sua narrativa é apenas a narrativa falaciosa da esquerda, uma triste e sombria sombra sobre o povo brasileiro!

      4. Por favor, não use o argumento sou médico, pois meu filho foi em uma palestra onde foi apresentando uma infinidade de erros médicos, e inclusive é responsável por uma enorme quantidade de óbitos. Não se precipite e deixe os estudos com as pessoas do ramo. Se não me engano, na Inglaterra quem ministra os medicamentos são farmacêuticos.

      5. Parece que ser médico ou mecânico não muda o valor da opinião, já que opinião, ou pitaco, é a única coisa que se emite sem parar, inclusive por médicos renomados, ora a favor ora contra. Dra. Nise Yamaguchy é cientista renomada e apoia a terapia com hidroxicloroquina. Na Europa e EEUU há centenas de médicos que apoiam. Em jan/2021 poderemos comparar qtos óbitos relatados em 2019 e 2020, daí veremos o impacto dessa “epidemia”.

      6. É por vc dizer q é medicx que eu não acredito em vc.

      7. Prefiro ouvir outa opinião médica como a dra. nise yamaguche.

    1. Um vagabundo que gosta de invadir propriedades privadas, um defensor de traficantes das favelas do RJ travestido de político e uma tonta que não sabe o que é pagar um conta. Claro que só sairia besteirol dos comentários.

      1. Aí Frouxo , Burros e Sâmbia maufim ainda bem que vcs tem a cura né ?

  3. Está faltando uma observação aqui: o PCR fica positivo por mais de 1 mês em alguns casos, o que não significa que a pessoa esteja doente, nem mesmo transmitindo, pois a simples presença de partículas virais que não fazem mal algum já positivam o teste. Na verdade eu não sei pq ficam repetindo o teste toda semana, totalmente desnecessário. Se quiserem monitorar o progresso da doença é melhor fazer a sorologia para identificar a presença de anticorpos, principalmente o IgG.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.