YouTube exclui live de Bolsonaro transmitida pela Jovem Pan e Carlos Bolsonaro

'Canal do presidente Jair Bolsonaro segue temporariamente suspenso', reafirmou plataforma

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Isac Nóbrega/PR
Presidente Jair Bolsonaro | Foto: Isac Nóbrega/PR

O YouTube removeu a live feita ontem pelo presidente Jair Bolsonaro e veiculada pelos canais de Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, e de Carlos Bolsonaro, filho do chefe do Executivo.

O canal de Bolsonaro na plataforma foi suspenso por uma semana, impedindo a publicação de novos vídeos e transmissões ao vivo, por citar, na semana passada, uma falsa relação entre vacinas contra covid-19 e aids.

-Publicidade-

Segundo o site do jornal O Estado de S. Paulo, o YouTube viu a decisão de transmitir a live em outros canais como uma forma de burlar a restrição. De acordo com a plataforma, sua política interna foi violada, já que Bolsonaro está suspenso.

“O YouTube removeu a live do presidente Jair Bolsonaro publicada pelos canais Os Pingos nos Is e de Carlos Bolsonaro por violar nossas diretrizes, que proíbem conteúdos de criadores que estejam sob alguma restrição”, diz a nota da plataforma.

“O canal do presidente Jair Bolsonaro segue temporariamente suspenso, impedido de enviar vídeos com novos conteúdos ou fazer transmissões ao vivo, de acordo com a nossa política de alertas e avisos”, acrescenta o YouTube, na nota oficial.

Em post de divulgação da live na plataforma Gettr, apoiadores do presidente responderam com pedidos para que Bolsonaro procurasse plataformas alternativas como o Vimeo para a publicação dos vídeos.

Atualização em 29/10/2021, às 18h54. O título da reportagem “YouTube exclui live de Bolsonaro transmitida por ‘Os Pingos nos Is’ e Carlos Bolsonaro” foi alterado para “YouTube exclui live de Bolsonaro transmitida pela Jovem Pan e Carlos Bolsonaro” a fim de esclarecer que a live removida pelo YouTube foi disponibilizada pela Jovem Pan, no canal de “Os Pingos nos Is”, mas não foi exibida durante o programa. A live foi inclusive transmitida mais cedo do que o horário convencional, pois o presidente viajou para a Itália.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. Fizeram isso com o Trump e agora o farão muito mais facilmente com o primo pobre.
    High Tecs num cartel da verdade particular.
    Big farmas, vale do silício e meta-capitalismo.
    A amazônia é o jardim do quintal, como dizia um baiano.

  2. Pior que tem idiotas que riem com uma decisão miserável, mesquinha e ditatorial como essa. Isso é motivo para todos ficarem com a pulga na orelha, pois se continuar essa palhaçada, daqui a pouco todos serão censurados. Quem está por trás desses tipos de decisões? Se o povo tivesse um pingo de noção, era motivo para esse canal ditador ser boicotado. Por outro lado, o presidente apenas fez menção a uma reportagem de uma revista. Por que a revista não foi responsabilizada?. Um alerta para todos, qualquer um que lê informações dessas revistas e desses jornais de esquerda está fadado a ser censurado. Alerta vermelho para todos, pois o mal que dar em chico dar em francisco. Hoje é o chefe da Nação, amanhã poderá ser você que fica feliz com uma excrescência de decisão como essa.

  3. Trágico! A Censura Prévia deveria ser Criminalizada no País!
    Se os Vagabundos que Assaltaram o BNDES, Fundos de Pensão, Petrobrás, Eletrobrás permanecem sem Perseguição por causa de opinião, então, por que Bolsonaro é Perseguido por não cometer Crime algum!??

  4. É notório todo o complô para desestabilizar o presidente e negar as realizações do governo.
    Os órgãos de divulgação e imprensa estão sendo maciçamente comprados pelos bilhões de reais que foram roubados na era PT. Isso já foi falado por Dirceu no Fôro de SP, e lembram quando o supremo Gilmar Mendes em entrevista falou dos 2,5 bilhões que o PT tinha em paraísos fiscais e que seriam usados para a volta do partido ao poder?

  5. O que não dá para entender e a imprensa não explica é de que outros veículos de comunicação divulgaram a notícia sobre o HIV/vacina, como o caso da agência Reuter e a revista Exame. Os donos da rede social também cancelaram as páginas de ditos veículos de informação?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.