Anvisa aprova ampliação do prazo de validade da vacina da Janssen

Imunizante é o único liberado em dose única pela agência brasileira
-Publicidade-
A vacina da Janssen é mais uma das que pretendem combater a covid-19
A vacina da Janssen é mais uma das que pretendem combater a covid-19 | Foto: Divulgação/Janssen

A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou no último sábado, 9, por unanimidade, a extensão do prazo de validade da vacina contra a covid-19 da Janssen, farmacêutica da Johnson & Johnson. O prazo passa de quatro meses e meio para seis meses, sob condições de armazenamento de 2 graus a 8 graus.

A empresa havia solicitado em 15 de setembro a alteração do prazo de validade para a autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, do imunizante. De acordo com a Anvisa, a aprovação baseia-se numa criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos, que demonstrou que a vacina se manteve estável pelo período de seis meses.

Quando armazenada entre temperaturas de -25 graus e -15 graus, o imunizante possui prazo de validade de 24 meses, a partir da data de fabricação. No Brasil, seu uso emergencial está autorizado desde 31 de março deste ano. A vacina da Janssen é a única aprovada em dose única pela Anvisa.

-Publicidade-

Leia também: “Os impasses da vacinação no Brasil”, reportagem de Paula Leal publicada na Edição 72 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.