Banco do Brics libera R$ 5,4 bi ao Brasil para combate à covid-19

O financiamento já tinha sido sinalizado no ano passado, mas ainda faltavam os ritos processuais para a liberação dos recursos
-Publicidade-
O bloco Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul
O bloco Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul | Foto: Divulgação

O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), conhecido como o banco do Brics, desembolsou nesta terça-feira, 9, o valor de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,4 bilhões) ao governo brasileiro para apoiar o combate à covid-19 e seus impactos socioeconômicos no país, informou a instituição. O financiamento já tinha sido sinalizado no ano passado, mas ainda faltavam os ritos processuais para a liberação dos recursos.

O financiamento do NDB faz parte de um programa de US$ 10 bilhões (cerca de R$ 54 bilhões) da instituição focado na luta contra a pandemia de coronavírus. O Brasil deve receber no total 20% desse montante, o equivalente a US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10,8 bilhões). “A operação marca a conquista do governo brasileiro na colaboração com bancos multilaterais e agências de desenvolvimento no apoio à recuperação econômica”, comemorou o credor, em comunicado.

O bloco Brics é formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

-Publicidade-

Leia também: “Brasil lidera desindustrialização entre países do Brics”

Com informações da CNN

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.