‘Youtuber’ espalha ‘fake news’ sobre a cloroquina

Atila Iamarino afirma que medicamento não funciona no combate à covid-19
-Publicidade-
O youtuber Atila Iamarino: fake news sobre a cloroquina em rede social | Foto: REPRODUÇÃO/ARQUIVO PESSOAL
O youtuber Atila Iamarino: fake news sobre a cloroquina em rede social | Foto: REPRODUÇÃO/ARQUIVO PESSOAL | youtuber atila iamarino - fake news - cloroquina

Atila Iamarino afirma que medicamento não funciona no combate à covid-19

youtuber atila iamarino - fake news - cloroquina
O youtuber Atila Iamarino: fake news sobre a cloroquina em rede social
Foto: REPRODUÇÃO/ARQUIVO PESSOAL
-Publicidade-

Uma verdade e uma mentira. Assim pode ser definida a postagem feita pelo influenciador digital Atila Iamarino nesta quarta-feira, 22. Por meio de seu perfil no Twitter, ele garantiu que agora há “a maior prova” de que a cloroquina não funciona no combate à covid-19.

Leia mais: “Trupe do Psol ironiza novo teste de Bolsonaro”

A afirmação de Iamarino, que é classificado pelo Google como youtuber, partiu de notícia divulgada pelo site da CNN Brasil. De acordo com o veículo de comunicação, os Estados Unidos compraram o equivalente a toda a produção para este ano de duas vacinas contra o novo coronavírus.

O youtuber repercutiu o assunto, mas aproveitou para fazer campanha contrária ao uso do medicamento. Conforme argumentou, o investimento norte-americano nas vacinas desenvolvidas por Pfizer e BioNtech representa “a maior prova de que cloroquina não funciona”. Isso porque, segundo ele, o país presidido por Donald Trump simplesmente não comprou todo o estoque mundial do medicamento.

“Não compraram os estoques mundiais”

“EUA comprou [sic] 100% das doses que poderiam ser fabricadas em 2020 de 2 vacinas em testes avançados. Se derem certo, só eles terão acesso este ano. A maior prova de que cloroquina não funciona é que não compraram os estoques mundiais. Pelo contrário, mandaram pra cá”, publicou Iamarino.

Notícia falsa

A afirmação feita pelo youtuber Atila Iamarino não encontra respaldo científico — apesar de ele  declarar-se biólogo. Pelo contrário. Fatos comprovam que ele espalhou fake news sobre o assunto. Além de ter seu uso defendido por entidades médicas, a cloroquina é citada por pacientes. O infectologista David Uip confirmou, por exemplo, que se autorreceitou o difosfato de cloroquina, conforme noticiou Oeste. Também nesse sentido, o general Edson Leal Pujol avisou que o remédio salvou militares.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site