Votação do marco legal das ferrovias é adiada no Senado

Projeto de Lei voltará à pauta na quarta-feira 29
-Publicidade-
Desde 1992, Brasil tem 30 mil km de extensão de trilhos | Foto: Cristian Santinon/Flickr
Desde 1992, Brasil tem 30 mil km de extensão de trilhos | Foto: Cristian Santinon/Flickr

A votação do marco legal das ferrovias foi adiada para a próxima semana. O Projeto de Lei (PL) n° 261 tinha entrado na pauta desta quarta-feira, 22, mas não foi analisado. Agora, o texto deve passar por mudanças após sugestões de parlamentares e voltar ao plenário no próximo dia 29.

Conforme Oeste informou, o projeto tem a finalidade de estabelecer um novo modelo de operação do setor no Brasil, baseado no regime de “autorização”, dispensando a necessidade de processo concorrencial. Se ele for aprovado, R$ 60 bilhões em investimentos serão destravados.

Leia mais: “O caso Ferrogrão: como uma decisão do STF pode tirar o país dos trilhos”

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.