Bolsonaro edita MP que autoriza venda direta de etanol

Ministério de Minas e Energia afirma que a medida promove abertura do mercado
-Publicidade-
Solenidade de assinatura da Medida Provisória sobre o Mercado de Combustíveis | Foto: Marcos Corrêa/PR
Solenidade de assinatura da Medida Provisória sobre o Mercado de Combustíveis | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quarta-feira, 11, uma Medida Provisória (MP) que autoriza produtores ou importadores de etanol a vender o combustível diretamente aos postos, sem ter de passar pelas distribuidoras, o que até então era obrigatório.

O Ministério de Minas e Energia afirma que a medida promove abertura do mercado e tem o potencial de reduzir o preço do combustível, com benefícios diretos aos consumidores. As mudanças entram em vigor daqui a quatro meses, mas o texto precisa ser submetido ao Congresso Nacional.

Leia mais: “Queiroga promete acabar com obrigatoriedade do uso de máscara até o fim do ano”

-Publicidade-

“Não basta isso daqui, não é uma garantia, com todo respeito, que vai baixar o preço do etanol daqui meses. Temos a questão do ICMS. […] Temos projeto que teve problemas na Câmara, entra lobby dos governadores. Nossa proposta não visa a tirar dinheiro de governadores. Cedemos para que cada Estado fixe o valor nominal do seu ICMS”, declarou Bolsonaro em evento no Palácio do Planalto.

Em outro eixo, a MP permite que os postos de combustíveis que optem por exibir a marca comercial de respectivo distribuidor possam comercializar combustíveis de distribuidor diferente da marca exibida, desde que devidamente sinalizado para o consumidor.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro