Ibovespa cai 4% com medo de nova variante do coronavírus

Às 12h20, o índice recuava 3,91%, aos 101.669 pontos; durante a manhã, o indicador chegou a registrar um tombo de mais de 4%
-Publicidade-
Bolsa de Valores de São Paulo acompanha a onda mundial de preocupação com a nova variante do coronavírus
Bolsa de Valores de São Paulo acompanha a onda mundial de preocupação com a nova variante do coronavírus | Foto: Canva

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, cai cerca de 4% nesta sexta-feira, 26, em meio ao pânico que tomou conta dos mercados em todo o mundo pelo surgimento de uma nova variante do coronavírus, detectada na África do Sul.

Às 12h20, o índice recuava 3,91%, aos 101.669 pontos. Durante a manhã, o indicador chegou a registrar um tombo de mais de 4%.

No mesmo horário, o dólar registrava alta de 0,71% e era negociado a R$ 5,60. Neste momento, a moeda norte-americana sobe 0,55%, vendida a R$ 5,59.

-Publicidade-

Na quinta-feira 25, o Ibovespa encerrou o pregão em alta de 1,24%, aos 105.811 pontos. Com o resultado, o índice da bolsa brasileira acumula avanço de 2,23% em novembro. Por outro lado, no acumulado de 2021, as perdas ultrapassam 11%.

As ações das companhias aéreas GOL e Azul despencavam cerca de 10%, assim como os papéis da Embraer e da operadora de turismo CVC.

Mais cedo, a Comissão Europeia anunciou que vai propor a suspensão dos voos da África do Sul. O anúncio foi feito hoje pela presidente da entidade, Ursula von der Leyen.

“A Comissão Europeia proporá, em estreita coordenação com os Estados membros, ativar o freio de emergência para interromper os voos procedentes da região do sul da África devido à variante B.1.1.529”, afirmou Von der Leyen.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também recomendou a suspensão de voos vindos do sul da África.

Alerta global

Como noticiado por Oeste, a nova variante do coronavírus gerou pânico global, afetando principalmente o mercado financeiro e as principais bolsas de valores do mundo. As primeiras informações dão conta de que a nova cepa seria mais infecciosa que a Delta.

As bolsas europeias exibem perdas aceleradas, de mais de 2,5%. A queda reflete a preocupação sobre o potencial de novas restrições, que podem limitar a atividade econômica global.

Anúncio da Pfizer

A Pfizer anunciou hoje que já foi dado início ao processo de verificação da eficácia da vacina contra a covid-19 em relação à nova variante.

Um porta-voz da BioNTech, que desenvolveu o imunizante em parceria com a Pfizer, confirmou à agência de notícias France-Presse que os fabricantes já estão estudando as características da nova cepa.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.