Setor de serviços sobe 1,1% em julho e chega à 4ª alta mensal seguida

Em relação ao mesmo período do ano passado, o crescimento foi de 17,8%
-Publicidade-
Setor de serviços foi um dos mais afetados durante a pandemia de covid-19
Setor de serviços foi um dos mais afetados durante a pandemia de covid-19 | Foto: Leandro Ferreira/FotoArena/Estadão Conteúdo

Segundo dados divulgados nesta terça-feira, 14, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor de serviços registrou alta de 1,1% em julho, na comparação com o mês anterior. Trata-se do quarto resultado mensal positivo em sequência e o maior nível em cinco anos.

De acordo com o IBGE, o segmento está 3,9% acima dos níveis pré-pandemia de covid-19, em fevereiro do ano passado. O setor alcançou em julho o patamar mais elevado desde março de 2016.

Leia também: “Boletim Focus: mercado sobe projeção de inflação para 8% em 2021”

-Publicidade-

Em relação a julho de 2020, o crescimento dos serviços foi de 17,8% — quinta alta consecutiva nessa base de comparação. No acumulado deste ano, o avanço é de 10,7%. Nos últimos 12 meses, o setor acumulou ganhos de 2,9%.

Em julho, ainda segundo o IBGE, o crescimento do setor de serviços foi sustentado por altas de duas das cinco atividades pesquisadas: os serviços prestados às famílias (3,8%) e os profissionais, administrativos e complementares (0,6%).

Leia também: “Vendas do comércio varejista crescem 1,2% em julho, aponta IBGE”

Por outro lado, houve queda no volume de serviços de informação e comunicação (-0,4%), de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,2%) e outros serviços (-0,5%).

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro