Covid-19: Rússia bate novo recorde de mortes em 24h

O país tem apenas 37% da população completamente vacinada
-Publicidade-
O presidente russo, Vladimir Putin
O presidente russo, Vladimir Putin | Foto: Divulgação/Kremlin

A Rússia registrou 1.251 mortes relacionadas à covid-19 nas últimas 24 horas, a maior quantidade até agora. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os registros diários de mortos com a doença estão acima de mil desde 19 de outubro deste ano. Em 30 dias, cerca de 34 mil russos morreram depois de contraírem o coronavírus. Números do site Our World In Data, vinculado à Universidade de Oxford, mostram que o país tem apenas 37% da população completamente vacinada contra a doença. A baixa proporção ocorre apesar dos russos produzirem seu próprio imunizante — o Sputnik V, desenvolvido pelo Instituto Gamaleya.

Na semana, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, fez um alerta sobre o crescimento da doença na Europa. Segundo sua fala, a escalada de casos ocorre tanto em países com alta cobertura vacinal quanto naqueles em que a campanha de imunização não avançou muito.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.