Alcolumbre, enfim, marca data da sabatina de André Mendonça

Comissão de Constituição e Justiça do Senado analisará nome do ex-ministro da Justiça na quarta-feira, dia 1º de dezembro
-Publicidade-
Davi Alcolumbre, presidente da CCJ do Senado, finalmente marcou a data da sabatina de André Mendonça
Davi Alcolumbre, presidente da CCJ do Senado, finalmente marcou a data da sabatina de André Mendonça | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Acabou a novela. Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, finalmente marcou a data da sabatina do ex-ministro da Justiça André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF).

A sabatina será realizada na quarta-feira, dia 1º de dezembro. A análise do nome de Mendonça vai ocorrer mais de quatro meses depois da indicação feita por Bolsonaro.

Alcolumbre escolheu a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) para ser a relatora da indicação do ex-ministro ao STF. A parlamentar terá de apresentar o seu relatório no dia da sabatina na CCJ.

-Publicidade-

O Senado vinha sendo muito criticado pela demora para marcar o evento. Para ser nomeado ministro do STF, além de passar pela sabatina, Mendonça terá de ser aprovado em uma votação realizada no plenário do Senado.

Se isso ocorrer, o ex-ministro ocupará a vaga deixada pelo ex-decano da Corte, Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho deste ano.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.