Comissão especial analisa hoje a PEC do voto auditável

A medida deve enfrentar forte resistência no plenário. Onze partidos formaram um bloco para barrar o texto
-Publicidade-
Pedido de vista impediu que a medida fosse votada na semana passada
Pedido de vista impediu que a medida fosse votada na semana passada | Foto: /Ascom/TSE

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do voto auditável nas eleições de 2022 será apreciada nesta segunda-feira, 5, pela comissão especial que trata da medida na Câmara. Na semana passada, o relator da PEC, deputado federal Filipe Barros (PSL-PR) apresentou um parecer a favor do documento. Contudo, um pedido de vista encabeçado por parlamentares de esquerda adiou votação da papelada.

O presidente da comissão, Parlo Martins (PSC-PR), espera que a votação ocorra na quinta-feira 8. A PEC deve enfrentar forte resistência no plenário da Casa. Conforme noticiou a Revista Oeste, 11 partidos selaram um pacto, com a finalidade de barrar o texto. O acordo foi costurado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, e tem o aval de outros membros da Corte. O juiz vai presidir o Tribunal Superior Eleitoral em 2022.

Leia também: “O que você precisa saber sobre o voto impresso”, reportagem publicada na Edição 54 da Revista Oeste

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

14 comentários

  1. Pelas minhas contas esses onze ( Grupo dos Onze, de Brizola, quem se lembra?) não tem nem 150 votos para barrar a PEC. Narrativa e agitação, no melhor estilo comunista.

  2. O STF, STE, fazem parte da quadrilha, e da fraude. Por isso não querem o voto auditável. Quanto aos onze partidos, alguma dúvida que fazem parte da quadrilha?

    1. Essa é a turma do ódio, das trevas, do atraso. Um bando de articulistas encabeçados pelo que há de pior em nossa República. O STF ( Supremo Tribunal de Fascínoras. O dia deles chegará!

    1. Pq o banana do presidente não põe ordem nisso aqui ? Covarde, não compre o q disse em campanha. O artigo 142 nunca foi tão aplicado e necessário. Vivemos uma balbúrdia patrocinada por mal feitores, e de forma explícita. O metiolate não voltaria a arder ? Mas não, até os apoiadores dele, ele permite que sejam presos, perseguidos e TORTURADOS.

  3. O cabeça de piroca mais uma vez interferindo nas ações do parlamento. Que bosta de corte, vergonha mundial, tão ou mais desacreditada que os próprios políticos 🤮🤮🤮

  4. Agora é aguardar o desenrolar dos fatos, sempre aproveitando para guardar em nossas memórias, sobre todos aqueles que estão trabalhando em conluio, para buscar impedir a correção do nosso atual sistema de votação (não auditável), que não nos é confiável!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site