-Publicidade-

Moraes autoriza Daniel Silveira a se defender por videoconferência

Sessão está marcada para as 17h30 e votação será aberta
Ministro Alexandre de Moraes e deputado Daniel Silveira
Ministro Alexandre de Moraes e deputado Daniel Silveira | Foto: Montagem/Nelson Jr./SCO/STF e Redes Sociais

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) vai participar por videoconferência nesta sexta-feira, 19, da sessão da Câmara que vai decidir se mantém sua prisão. A autorização foi dada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes.

A sessão do plenário está marcada para as 17h30 e a votação será aberta. O parlamentar está detido no Rio de Janeiro após gravar um vídeo com críticas aos ministros do Supremo.

Leia mais: “Magda Mofatto será relatora do caso Daniel Silveira”

O deputado Daniel Silveira terá três oportunidades para se defender: antes do parecer da relatora; após o parecer da relatora; ao final da discussão. A palavra será dada ao próprio parlamentar e a seu advogado, por até 15 minutos cada um.

Seguindo entendimento firmado em caso anterior, são necessários 257 votos para manter a prisão (a maioria absoluta dos integrantes da Casa).

Redes sociais

Nesta sexta-feira, Moraes também determinou a retirada do ar dos perfis de Daniel Silveira das redes sociais. Ele está preso por ordem do magistrado desde a última terça-feira, 16.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês