PSB vê avanço do voto auditável e passa a defender medida

Dispositivo é uma das bandeiras do presidente Jair Bolsonaro
-Publicidade-
Fala de presidente vai à contramão do líder da oposição na Câmara
Fala de presidente vai à contramão do líder da oposição na Câmara | Foto: Divulgação/PSB

O presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, afirmou que defende o voto auditável. Segundo o cacique da sigla, trata-se de uma forma de conferir os resultados, caso necessário, e afastar hipóteses de fraude. “Não consigo entender por que o voto não é impresso”, declarou, em entrevista ao site Poder 360, na quinta-feira 13. Membros da esquerda no Congresso Nacional têm se manifestado contra a possibilidade de se imprimir um comprovante do voto. A fala de Siqueira vai à contramão do que disse o líder da oposição na Câmara dos Deputados, Alessandro Molon (PSB-RJ).

Em novembro do ano passado, parlamentares da base aliada de Bolsonaro puseram em xeque a confiabilidade das urnas eletrônicas em razão do atraso na apuração dos resultados da disputa municipal. O Tribunal Superior Eleitoral, ainda, fora alvo de ataques hackers. Os congressistas, então, defenderam a adoção do voto auditável. “Não acredito que haja dúvidas sobre a lisura do resultado do pleito”, reagiu Molon, ao tecer críticas à medida. Na madrugada de ontem, foi criada a comissão especial que trata da análise da Proposta de Emenda à Constituição que viabiliza o voto impresso.

Durante visita oficial para entrega de obras em Maceió, no Estado de Alagoas, os presidentes Jair Bolsonaro e Arthur Lira (PP-AL) foram recebidos por pedidos de “voto impresso já”. “Foi aprovado também, na CCJ daquela Casa, como todos vocês anseiam, e eu quero dizer: é importante para que não paire dúvida nenhuma na cabeça de nenhum brasileiro. Nós temos que respeitar o sistema eleitoral, mas ele também tem que ser possível de auditagem”, afirmou Lira, na ocasião.

-Publicidade-

Leia também: “Tudo o que você precisa saber sobre o voto auditável”, reportagem publicada na Edição 54 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

  1. Gente, o aperfeiçoamento só é preterido por bandidos lesa-pátria!!!
    Se uma parte importante da população quer o avanço, vamos lá?
    Nem precisa fazer consulta pública, até porque já fora realizada e banida.
    Todo ser humano de bem que as coisas limpas e pronto caralho!!!

  2. Sómente os políticos esquerdopatas e o STF são contra o voto audítável. Sinistro, muito sinistro e pra lá de suspeito. O presidente do TSE deveria ser o primeiro a querer o sistema de votação confiável MAS é o maior defensor da não atualização do sistema…..o que o torna suspeito.

  3. Quanto mais transparência e segurança no processo eleitoral melhor para os eleitores. O ministro Barroso já afirmou que o voto auditável irá prejudicar a eleição porque os candidatos vão judicializar. Como pode um ministro do supremo fazer esse tipo de afirmação? Não é argumento jurídico, mas mera opinião, que, por ele ser um ministro, deve guardar para si. Por que não pode auditar a votação? Os ministros do STF têm comportamento inadequado, muito ativismo político, tomam decisões que prejudicam o País em razão de seus posicionamentos ideológicos e interesses pessoais.

  4. Os petralhas e o STF não querem o voto impresso. Estão confiando que o resultado de 2022, será como a CPI da Covid onde Renan Calheiros já tem o relatorio pronto só esperando algum comparsa criar uma narrativa para justificar a fraude.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro