-Publicidade-

Sob críticas, Kalil reabre comércio de BH

Segundo prefeito, a decisão se baseou na queda de índices medidos pela Secretaria Municipal de Saúde, como a taxa de ocupação de leitos
Coletiva de imprensa com o prefeito de BH, Alexandre Kalil
Coletiva de imprensa com o prefeito de BH, Alexandre Kalil | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou, nesta sexta-feira, 29, a reabertura parcial do comércio, dos bares e dos restaurantes da cidade a partir de segunda-feira.

Kalil, que foi reeleito no ano passado, tem sofrido pressão da população, de lojistas e de autoridades pelo tempo em que os estabelecimentos ficaram fechados. O próprio presidente Jair Bolsonaro não tem poupado críticas ao prefeito mineiro.

Leia mais: “Bolsonaro descarta volta do auxílio emergencial: ‘Vai quebrar o Brasil’”

Segundo Kalil, a decisão se baseou na queda de índices medidos pela Secretaria Municipal de Saúde, como a taxa de ocupação de leitos.

“Os índices baixaram bem, inclusive de [ocupação de] UTIs, mas estão falando em cepa nova, que a gente tem que esperar para ver o que vai acontecer. Valeu a pena esse sacrifício da população”, disse.

As lojas de rua poderão funcionar das 9 às 20 horas, de segunda a sábado, mas deverão fechar nos domingos. Academias também poderão funcionar sem limite de horário, mas mediante agendamento.

Bares e restaurantes também estarão autorizados a funcionar de segunda a sábado, das 11 às 22 horas, podendo vender bebida alcoólica até as 15 horas.

Desde 11 de janeiro, o comércio não essencial de Belo Horizonte está com as portas fechadas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês