Associação alerta para risco de falta de medicamentos para pacientes com covid-19

Segundo a Anahp a situação piorou depois que esses remédios foram requisitados pelas secretarias municipais de saúde e pelo Ministério da Saúde
-Publicidade-
Os hospitais de campanha do Ibirapuera e de Heliópolis são administrados pelo governo do Estado de São Paulo na capital | Foto: Governo do Estado de São Paulo
Os hospitais de campanha do Ibirapuera e de Heliópolis são administrados pelo governo do Estado de São Paulo na capital | Foto: Governo do Estado de São Paulo
Numa carta aberta divulgada neste sábado, 20, a Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) alertou para o risco de falta de medicamentos para pacientes com Covid-19 no país. “A situação é crítica e, se medidas urgentes não forem tomadas em âmbito nacional, mais pacientes morrerão”, afirma a nota. Segundo a Anahp, a situação piorou depois que esses remédios foram requisitados pelas secretarias municipais de saúde e pelo Ministério da Saúde.
Um levantamento realizado pela associação no dia 18 de março de 2021, mostrou que faltam principalmente sedativos necessários para intubação. “Entendemos a preocupação do governo em garantir os insumos necessários para a atenção aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), mas a situação do setor privado também é bastante preocupante e, certamente, atingirá o seu ápice nos próximos dias”, alertou a Anahp. “Caso essas instituições fiquem sem as medicações necessárias para os procedimentos exigidos em pacientes acometidos pela Covid-19, a alta demanda dos hospitais privados sobrecarregará ainda mais o setor público”.
-Publicidade-

De acordo com reportagem publicada no Estado de S. Paulo, o governo decidiu fazer as requisições depois de receber a informação de que os estoques do SUS poderiam terminar em 15 dias. “Faltam sedativos, anestésicos e bloqueadores musculares, essenciais para instalar o tubo de oxigênio nos doentes”, afirmou o jornal. “Sem eles, não é possível socorrer pacientes graves que estão em UTIs e precisam de ventilação mecânica”.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. A falta de comando centralizado no Governo Federal é o maior responsável pelo caos que se tornou a saúde da população neste país. Quem cometeu esse desatino que volte atrás.

    1. Discordo totalmente do senhor. O governo federal tem exercido o seu papel. O problema são os governadores que estão com um desempenho péssima na gestão de combate a covid.

      1. Bilhões de reais estão na mão ou nos bolsos dos governadores e prefeitos a responsabilidade e todas deles, lembrando que já a mais e 400 dias eles que estão “organizando”.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site