Belém tem fila para distribuição de cloroquina

Plano de saúde faz drive-thru para dar medicamento a pacientes de covid-19 desde o início da semana.
-Publicidade-
 Vista do posto de drive thru montado pela Unimed Belém para a entrega de kit composto por   cloroquina 450mg, Azitromicina 500mg e Ivermectina 6mg a pacientes da rede diagnosticados   com covid-19 na cidade de Belém, no Centro Arquitetônico de Nazaré, nesta quinta-feira   (14). Os beneficiários precisam apresentar carteira do plano, receita   médica e   identidade |
Foto: TARSO SARRAF/ESTADÃO CONTEÚDO
Vista do posto de drive thru montado pela Unimed Belém para a entrega de kit composto por cloroquina 450mg, Azitromicina 500mg e Ivermectina 6mg a pacientes da rede diagnosticados com covid-19 na cidade de Belém, no Centro Arquitetônico de Nazaré, nesta quinta-feira (14). Os beneficiários precisam apresentar carteira do plano, receita médica e identidade | Foto: TARSO SARRAF/ESTADÃO CONTEÚDO

Plano de saúde faz drive-thru para dar medicamento a pacientes de covid-19 desde o início da semana

Vista do posto de drive thru montado pela Unimed Belém para a entrega de kit com cloroquina. | Foto: TARSO SARRAF/ESTADÃO CONTEÚDO
-Publicidade-

Desde a segunda-feira, pacientes da Unimed Belém têm feito filas de carros na avenida Generalíssimo Deodoro para chegar ao Centro Arquitetônico de Nazaré. Isso porque o plano de saúde distribui, em sistema de drive-thru, kits contendo cloroquina, azitromicina e ivermectina a todos que comparecem ao local com uma receita médica.

Exclusivo: Por dentro da Prevent Senior

Segundo a operadora, cerca de 400 pessoas são atendidas diariamente pela ação, que tenta desafogar os hospitais da Unimed na cidade, já superlotados com casos de coronavírus. Um deles chegou a suspender o atendimento na semana passada.

O atendimento aos beneficiários vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 17h, e no sábado, das 8h às 12h, até o fim do mês deste mês.

As unidades de emergência da cooperativa de saúde também estão usando o medicamento para o tratamento, a pedido dos médicos.

O Movimento Popular Unificado de Belém (MPUB) ingressou na Justiça com uma Ação Civil Coletiva contra o governo do Estado e a prefeitura de Belém para o fornecimento gratuito dos medicamentos hidroxicloroquina e azitromicina para o tratamento dos infectados com o novo coronavírus. O Ação foi protocolada na 5° vara da Fazenda Pública dos Direitos Difusos, Coletivos e Individuais da Capital.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site