‘Lancet’ ‘despublica’ artigo sobre hidroxicloroquina

Três dos autores de estudo que afirmavam que medicamento causava males cardíacos e morte em pacientes com covid-19 pediram retratação.

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Após retratação de autores de estudo falso sobre hidroxicloroquina, <i>The Lancet<i/> também teve de se retratar | Foto: The-Lore.com/Unsplash
Após retratação de autores de estudo falso sobre hidroxicloroquina, The Lancet também teve de se retratar | Foto: The-Lore.com/Unsplash | the lancet - retratação - hidroxicloroquina - tratamento precoce

Três dos autores de estudo que afirmavam que medicamento causava males cardíacos e morte em pacientes com covid-19 pediram retratação

the lancet - retratação - hidroxicloroquina
Após retratação de autores de estudo falso sobre hidroxicloroquina, The Lancet também teve de se retratar | Foto: The-Lore.com/Unsplash

Um dia depois do jornal britânico The Guardian provar que a empresa americana que forneceu os dados sobre o estudo observacional sobre a hidroxicloroquina e um dos autores da pesquisa e dono da companhia — Sapan Dasai — serem desmascarados, a revista The Lancet publicou nota de retratação dos outros três autores.

-Publicidade-

Nela, eles afirmam que, após auditoria independente dos dados, já não podem mais ter certeza da veracidade do material analisado e, portanto, dos resultados obtidos.

Isso fez com que a revista também informasse a retratação do estudo, que é o passo que leva os cientistas a não poderem mais utilizar o material para seus estudos futuros.

Quando a pesquisa agora desacreditada foi publicada na Lancet e no New England Journal of Medicine, em 22 de maio, a Organização Mundial da Saúde retirou a hidroxicloroquina dos testes com medicamentos que podem ajudar no tratamento do coronavírus. Após o escândalo e a expressão de preocupação das revistas, a OMS voltou atrás e retomou a utilização da substância.

No Brasil, os bons resultados obtidos na rede particular e nos planos de saúde com a cloroquina e com a hidroxicloroquina levaram o Ministério da Saúde a adotar um protocolo de tratamento com a medicação.

Leia também: A SOLUÇÃO QUE VENCEU A IDEOLOGIA – O Brasil perdeu tempo discutindo se a hidroxicloroquina é ou não “de direita”. Enfim, vamos ao que interessa: o uso do remédio no tratamento da covid-19

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Todos aqueles que malevolamente a utilização plena da H cloroquina, inclusive governadores, deveriam ser punidos criminalmente e as famílias, daqueles que perderam a vida sem chance de usá-la, indenizadas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro