OMS se posiciona contra a obrigatoriedade de vacina de covid-19

Vice-diretora da entidade afirmou que adultos têm capacidade de discernimento e que não recomenda medidas autoritárias sobre o tema.
-Publicidade-
A vice-diretora da OMS Mariângela Simão disse que vacina de covid-19 não pode ser obrigatória | Foto: Unaids
A vice-diretora da OMS Mariângela Simão disse que vacina de covid-19 não pode ser obrigatória | Foto: Unaids | oms, obrigatoriedade, vacina de covid-19, coronavírus, mariângela simão

Vice-diretora da entidade afirmou que adultos têm capacidade de discernimento e que não recomenda medidas autoritárias sobre o tema

oms, obrigatoriedade, vacina de covid-19, coronavírus, mariângela simão
A vice-diretora da OMS Mariângela Simão disse que vacina de covid-19 não pode ser obrigatória
Foto: Unaids

A Organização Mundial da Saúde (OMS) se posicionou contra a obrigatoriedade da vacina de covid-19, assim como o governo federal brasileiro.

-Publicidade-

De acordo com a vice-diretora da entidade, Mariângela Simão, em entrevista à CNN Brasil, adultos têm capacidade de discernimento para fazer escolhas informadas. Por isso, medidas autoritárias não se fazem necessárias.

Ela também aponta que obrigar a população a tomar vacina é algo de difícil implementação e fiscalização e que dependeria muito da situação interna de cada país.

“O desafio humano é usado para acelerar o processo e comparar uma vacina com outra, o que demora bastante tempo”, concluiu Mariângela. “A OMS tem colocado que precisa ter critérios: justificativa científica; tem que avaliar o custo benefício; recomenda-se que faça consulta pública sobre o tema; que haja coordenação entre pesquisadores e serviços de saúde; que a escolha de onde estudo vai acontecer seja criteriosa, pois se uma pessoa ficar doente, o serviço de saúde tem que ter condições de atender; e tem que ver o tipo de participante, que neste caso são voluntários jovens, de 18 a 30 anos, que têm menos complicações; e claro que tem que ter consentimento informado.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Dória precisa explicar essa história de Coronavac. Tem cheiro de trambique. Randolfe Rodrigues e sua patota de governadores mediocres, aí tem !!
    Infelizmente, o povo paulista e o tesouro nacional vão pagar essa conta. Ainda bem que a casa de Dória tem espaço para o armazenamento…
    JB correto….investir na cura, pois a vacina, só daqui 01 ano no mínimo, se for rápida. E , convenhamos, a Covid veio para ficar e ser tratada como gripe (mais perigosa, claro) normal. Kit covid e a vida segue !!!

  2. O Dória ainda não entendeu que o sangue Argentino pulou a cerca.
    Meus compatriotas estão de saco cheio de china, de pandemia, de político em sua quase totalidade, de justiça brasileira.
    Trocamos tudo isto pelo fim do Senado Federal.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.