Vacina da Oxford: Brasil receberá doses em janeiro

Anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
-Publicidade-
| Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
| Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo | | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

vacina da oxford
Ministro da Saúde criticou a propaganda em torno das vacinas | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
-Publicidade-

O ministro Eduardo Pazuello garantiu que o Brasil receberá, entre janeiro e fevereiro de 2021, um primeiro lote de 15 milhões de doses da vacina experimental contra a covid-19 feia pelo laboratório AstraZeneca. O potencial imunizante é desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford. Em junho, o governo Bolsonaro encomendou 100 milhões de doses do produto, que devem chegar no primeiro semestre do ano que vem. Além disso, adquiriu a tecnologia do protótipo, de modo que a Fundação Oswaldo Cruz possa produzi-lo. Assim, o Brasil estará apto a fabricar outras 160 milhões de doses durante o segundo semestre de 2021. O governo está desenhando o plano de vacinação.

Em audiência no Congresso, Pazuello fez um alerta sobre a real capacidade de os laboratórios entregarem grandes volumes de vacinas ao Brasil. “Ficou muito óbvio que são poucas as fabricantes que têm a quantidade e o cronograma de entrega efetivo para o nosso país”, salientou o titular da Saúde. “Quando chegamos ao fim das negociações e olhamos o cronograma de entrega e fabricação, os números são pífios”, acrescentou. Também o ministro fez críticas à propaganda segundo a qual já estaria tudo pronto para o início da imunização. “Na campanha publicitária, está tudo maravilhoso. Mas quando vamos efetivar a compra, não é tudo aquilo. E o preço é bem diferente”, concluiu.

Leia também: “Covid-19: precisamos esperar por uma vacina?”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comments

  1. Gosto de ver os detalhes que em muitas vezes são reveladores. Como esse “general” com esse lacinho cor-de-rosa na lapela… hummmm.

    1. O laço cor de rosa é “apenas” o símbolo internacional para a luta contra o câncer de mama. O General é o ministro da Saúde do Brasil, responsável por esta luta que salva milhões de pessoas todos os anos. Também estou cansado deste papo de vacina já que não tomarei nenhuma mas estou mais cansado ainda de gente ignorante como você.

      1. Ui,ui, a boneca se irritou com o lacinho cor-de-rosa? Já fez o exame de mama, querida? Cansou, é?…

      2. Salvando MILHÕES de cancerosas, só aqui no Brasil? Vai ser mentiroso lá naquele lugar que você está acostumado a ir. PUXA SACO.

  2. O fato é o seguinte: todos nós torcemos para que o Ministro realmente tenha razão. Não obstante, ele apenas se pronunciou quando a imprensa passou a cobrar um plano de imunização. Os fabricantes da vacina Pfizer alegam ter enviado mais de cinco ofícios sem resposta do Ministério. Também há outros fabricantes na terceira fase. Se as quantidades disponíveis pelas farmacêuticas são “pífias” é mais um motivo para adquirir um pouco de cada uma delas. Também é preciso esclarecer se a vacina chinesa ao ser aprovada pela ANVISA será ou não adquirida. Há governos estaduais (muitos além de SP) que já estão preparando a logística de aquisição até para vacina da Pfizer. Hoje a indústrias de seringas e agulhas alertou que dependerá de seis meses para atender a demanda que de fato já era conhecida mesmo antes da aprovação de qualquer vacina. O resumo é que as especulações acontecem somente quando as informações não são tempestivas e transparentes. Torço muito para que dê certo, mas é preciso que o Governo pare com as picuinhas políticas e ataque o vírus e não seus adversários políticos.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site