PIB dos países do G20 tem alta de 0,4% no 2º trimestre, aponta OCDE

Brasil teve o terceiro pior resultado do bloco entre todas as nações que divulgaram seus dados até o momento
-Publicidade-
Relatório da OCDE aponta crescimento do G20 no segundo trimestre deste ano
Relatório da OCDE aponta crescimento do G20 no segundo trimestre deste ano | Foto: Reprodução/Redes sociais

Segundo relatório divulgado nesta quarta-feira, 15, pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Produto Interno Bruto (PIB) dos países que compõem o G20 registrou alta de 0,4% no segundo trimestre deste ano, entre abril e junho.

O resultado do grupo superou o nível pré-pandemia, impulsionado principalmente pela China, cuja atividade econômica se encontra hoje 8,2% acima do patamar de antes da disseminação do coronavírus.

Leia mais: “Setor de serviços sobe 1,1% em julho e chega à 4ª alta mensal seguida”

-Publicidade-

Por outro lado, de acordo com a OCDE, “a maioria dos países ainda está atrasada em relação aos níveis pré-pandêmicos”, com a Índia apresentando a maior diferença (-8,1%), seguida por Reino Unido (-4,4%) e Itália (-3,8%).

Leia também: “Vendas do comércio varejista crescem 1,2% em julho, aponta IBGE”

No segundo trimestre de 2021, o PIB recuou em três países do grupo: Índia (-10,2%), Canadá (-0,3%) e Brasil (-0,1%). O resultado brasileiro foi o terceiro pior do bloco entre todos as nações que divulgaram seus dados. Argentina, Rússia e África do Sul ainda não disponibilizaram seus resultados consolidados.

O melhor desempenho do G20 foi o do Reino Unido, com crescimento de 4,8% do PIB.

Leia também: “Boletim Focus: mercado sobe projeção de inflação para 8% em 2021”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro