Anvisa segue sem dados sobre ‘segurança e eficácia’ da CoronaVac

Agência vai na contramão de promessa feita por João Doria
-Publicidade-
Coronavac está sendo desenvolvida em São Paulo | Foto: Divulgação/Instituto Butantan
Coronavac está sendo desenvolvida em São Paulo | Foto: Divulgação/Instituto Butantan | coronavac X anthony wong - anvisa - China

Agência divulga nota após o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), prometer aplicação da vacina a partir de janeiro

coronavac X anthony wong - anvisa - China
CoronaVac está sendo desenvolvida em São Paulo | Foto: Divulgação/Instituto Butantan

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não pode seguir os passos do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e prometer que a CoronaVac será aplicada já em janeiro de 2021. Em nota divulgada à imprensa na noite desta segunda-feira, 7, o órgão garantiu não ter base científica para liberar o imunizante contra a covid-19 desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech.

-Publicidade-

Leia mais: “Apesar do número irrisório, governo de SP fala de vacinação em massa na China”

No conteúdo divulgado, a equipe da Anvisa explica que a falta de informações sobre a vacina se deve pela ausência de relatório sobre o andamento do projeto. Ação de responsabilidade do Instituto Butantan. “Não foram encaminhados dados relativos à fase III, que é a fase que confirma a segurança e eficácia da vacina. Esse dado é essencial para a avaliação tanto de pedidos autorização de uso emergencial quanto pedidos de registro”, diz trecho do comunicado da Anvisa.

Em entrevista à emissora CNN Brasil, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, admitiu que há ainda dados a ser repassados à Anvisa. Ele garantiu que isso ocorrerá em 2020, precisamente até 15 de dezembro.

Órgão regulador

A Anvisa funciona como órgão regulador. Nenhum medicamento ou vacina pode ser comercializado ou aplicado no Brasil sem a devida autorização da agência. Caso o registro da CoronaVac não seja feito até 25 de janeiro, data prometida por Doria, ela não poderá ser aplicada — nem mesmo que somente no Estado de São Paulo.

Leia também: “A verdade sobre a CoronaVac — Entenda a tecnologia produzida pela Sinovac, os riscos que envolvem a vacina chinesa e o cenário real de produção de imunizantes”, matéria de capa da Edição 32 da Revista Oeste produzida pela editora Paula Leal.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários

  1. Estamos diante de um perverso e covarde brasileiro tentando a todo custo realizar seus lucros com a receita da venda de vacina produzida com seus sócios, a China.
    Imagina poder passar por cima de nós e de nossas intuições devido ao dinheiro que foi irrigado para uma parcela relevante de corruptos do nosso Sistema, justamente para corrompe-lo.
    Dória é o fim da trajetória de um traidor em si próprio, do autoritarismo de alguém com finalidade de se locupletar mesmo pondo em risco e traindo a população que lhe confiou a gestão do Estado.
    Não passa de um homem pequeno em todos os aspectos, de um bandido medíocre e nocivo à sociedade!

  2. Aprovada ou não pela Anvisa está mais do que claro o negócio ilícito e oportunista capitaneado pelo covarde Dória. Que puxem a capivara dessa operação, financiada com dinheiro público, e enquadrem de vez esse sujeito sem escrúpulos junto com sua prole de corruptos.

  3. Então, o governo de SP irá passar por cima do Ministério da Saúde, a quem cabe a responsabilidade pelas políticas de saúde pública e pelo Programa Nacional de Imunização? De qualquer forma, acho que a vacinação do Dória, se ocorrer, será um fiasco. Pouca gente vai se arriscar a tomar um suposto imunizante chinês.

  4. Pior ainda é a imprensa tradicional como o jornalismo do Estadão, e algumas autoridades politicas e cientificas, tentar enganar a população afirmando que o governo federal não tem organizado o plano de vacinação (vacinas ainda não existem), para todo o país e os governadores portanto estão assumindo essa tarefa. Isso sim é a imprensa do ódio ao governo Bolsonaro, a maioria decadentes e caducos jornalistas e diretores de opinião. Dória então, aquele cara que como ex tucano apoiei na prefeitura, endoideceu ou revelou seu verdadeiro caráter.

  5. Em conluio com a extrema imprensa Dória avança pelo irracional, no sentido de desqualificar a ANVISA, visando atingir seus objetivos pessoais! Espero ver este sujeito encarcerado muito em breve!

  6. Se esse safado (que diz ter comprado a vacina em setembro de 2019)
    antes mesmo da pandemia e depois incentivou o povo pular o maior
    carnaval que s.paulo ja viu, para depois fa FIQUE EM CASA, ta mais do que claro quem ele realmente é. Mas se ele forçar a vacinação sem autorização da ANVISA deve existir um orgão superior que ponha fim nessa fabrica de corruptos que ele pertence.
    Quero viver para ver mais esse corrupto e bandido na cadeia

  7. Uma boa pauta para o jornal, é investigar sobre o uso ou aprovação para o uso da vacina na China!
    Os chineses estão vacinando sua população??

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro