Empresário dá dica para diminuir a ‘dívida monstruosa’ brasileira

Dívida pública federal teve alta recorde no ano passado
-Publicidade-
Salim Mattar: dicas para desafogar o caixa da União
Salim Mattar: dicas para desafogar o caixa da União | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O empresário Salim Mattar externou a sua sugestão de resolver parte a dívida pública federal. Conforme registrado por Oeste, o indicador teve alta recorde em 2020, com aumento de quase 18% em comparação com o consolidado do ano anterior. No total, o endividamento está em R$ 5 trilhões.

Leia mais: “‘O modelo estatal fracassou’, diz membro do Ministério da Economia”

Para Mattar, o governo federal deveria ampliar esforços para repassar à iniciativa privada todas as empresas atualmente sob controle — ou com com alguma participação — da União. De acordo com o empresário, que é o fundador da Localiza, essa ação ajudaria os cofres da máquina pública, além de enxugar o tamanho do Estado brasileiro.

-Publicidade-

“O valor da dívida monstruosa brasileira poderia ser reduzida em R$ 1 trilhão”

“R$ 5 trilhões! É o valor da dívida monstruosa brasileira que poderia ser reduzida em R$ 1 trilhão. Como? Vendendo TODAS as ineficientes estatais e fazer o respectivo abatimento da dívida”, afirmou Mattar em mensagem divulgada no Twitter na tarde desta quinta-feira, 28.

Em defesa da desestatização do país

Empreendedor, Salim Mattar tem atuado nos últimos tempos em defesa das privatizações. Com esse pensamento, chegou a ser o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia. Deixou a função em agosto de 2020, mas segue abordando o assunto por meio de entrevistas à imprensa e postagens nas redes sociais. Nesse sentido, chegou, por exemplo, a produzir artigo exclusivo para a Revista Oeste. O texto “O Brasil de hoje é o resultado de 35 anos de governos social-democratas” foi publicado na Edição 43 do veículo de comunicação digital.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Essa mesma conversa vem lá de trás, FHC que o diga, vc vende todo seu patrimônio e continua com divida monstruosa. Estatais inegicientes com o PT no Governo, com o Boldonaro no Governo as Estatais deram Lucro de 70 bilhões. Os Correios nunca deram prejuízo e pagavam boas PLRs, só vei dar prejuizo no último ano da Dilma, voltou a dar Lucro, para quem vem com vonversinha que Estatal não paga imposto , do Lucro o Governo Federal já dá sua mordida em 50% PLR só depois fo Governo tirar seu naco, o que acho justo.

  2. Que grande idéia, vc dá sua alma em troca de 1/5 de sua dívida? Os Militares deixaram o Governo em 1984 , deixaram um Patrimônio gigantesco em Empresas e uma dívida baixa, a Democracia Civil vendeu quase todo seu Patrimonio, Empresas, e multiplicou a dívida por 10x, sem contar o volume imensurável de juros pagos da dívida. Como os brasileiros são tão bonzinhos, né não?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.